Política

Prévias serão em outubro


O PSDB definiu que prévias para definir seu candidato à Presidência da República em 2022 devem ocorrer em em 17 de outubro. O tema das prévias ganhou força no partido no mês passado, após uma articulação de João Doria para alcançar o posto, o que acabou antecipando a entrada de Eduardo Leite no jogo.

Doria, governador de São Paulo, e Leite, governador do Rio Grande do Sul, são os dois nomes tucanos colocados hoje na disputa. O senador Tasso Jereissati (CE) também é lembrado entre os colegas de partido.

A decisão sobre as prévias e seu calendário foi publicada em resolução assinada pelo presidente do PSDB, Bruno Araújo, na segunda. A primeira etapa está prevista para 30 de abril, prazo para que seja constituída uma comissão partidária para as prévias. Já as regras da eleição interna têm que ser aprovadas pela executiva do PSDB até 15 de junho.

Segundo o estatuto do PSDB, as prévias devem ocorrer "sempre que houver mais de um candidato disputando a indicação do partido".

Um jantar oferecido por Doria a caciques tucanos com o objetivo de unificar o partido em torno de si e reforçar a oposição ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) teve efeito contrário. Acabou acentuando um racha no PSDB: deputados federais incentivaram a candidatura presidencial de Leite, que embarcou de imediato no projeto nacional.

(FP)


Notícias relevantes: