Política

Irmão Lázaro morre


O vereador de Salvador (BA) e cantor gospel Antônio Lázaro Silva, conhecido como Irmão Lázaro (PL), morreu na noite de ontem (19) em decorrência de covid-19, em Feira de Santana (BA). O corpo será enterrado na tarde deste sábado (20), na capital baiana.

De acordo com informações da Câmara de Vereadores de Salvador, Lázaro estava internado há quase um mês na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital privado de Feira de Santana, a cerca de 100 quilômetros de Salvador. Ele teve uma parada cardiorrespiratória às 22h34 desta sexta-feira.

O cantor foi diagnosticado com covid-19 no dia 15 de fevereiro, mas, depois de sete dias de tratamento em casa, a doença evoluiu, comprometendo o funcionamento dos pulmões. Então, foi internado num leito clínico e depois foi transferido para UTI, onde faleceu.

Nascido no dia 4 de novembro de 1966, Lázaro tinha 54 anos. Antes de ingressar na política, foi integrante do grupo Olodum, nos anos 90, e seguiu a carreira musical como cantor gospel, após se converter à religião evangélica. Ele foi eleito vereador de Salvador em 2020 com 4.273 votos. Antes, foi deputado federal entre 2015 e 2018, ano em que concorreu sem êxito a uma vaga no Senado. Ele também mantinha um centro de recuperação de dependentes químicos desde 2011.

O presidente da Câmara de Salvador, Geraldo Júnior, decretou luto oficial de três dias. "Irmão Lázaro tinha muita vontade de trabalhar como vereador, principalmente em prol dos dependentes químicos e das pessoas em situação de vulnerabilidade social. Sua trajetória é um exemplo", disse. (AB)


Notícias relevantes: