Política

Witzel chora em julgamento


O interrogatório do governador afastado do RJ, Wilson Witzel (PSC), no processo de impeachment movido contra ele teve início nesta quarta-feira (7), no Centro do Rio. Ao se defender, Witzel chorou e acusou o ex-secretário de Saúde Edmar Santos de receber propina. "Nada indicava que o dr. Edmar tinha no colchão da casa dele R$ 8 milhões. De onde veio esse dinheiro?", questionou.


Notícias relevantes: