Política

Aras nega crime de Bolsonaro


O procurador-geral da República, Augusto Aras, afirmou nesta terça-feira (27) ao Supremo Tribunal Federal que não vê elementos que justifiquem a abertura de uma investigação contra o presidente Jair Bolsonaro com base no diálogo com o senador Jorge Kajuru (GO), gravado e divulgado pelo parlamentar. Deputados de oposição acionaram o STF para apontar indícios dos crimes.


Notícias relevantes: