Política

Governo realiza monitoramento de obras estruturais em Jundiaí


Divulgação
Obras da prefeitura também têm participação da iniciativa privada
Crédito: Divulgação

A Unidade de Gestão de Governo e Finanças realizou no início da semana reunião virtual com diversas Unidades de Gestão, dando sequência à reunião realizada no último dia 19, para fazer o monitoramento das obras e projetos prioritários da administração municipal de Jundiaí, seguindo modelo de gerenciamento de projetos utilizado pela iniciativa privada.

São mais de 170 obras e projetos espalhadas por todas as regiões da cidade que são acompanhados, até que sejam concluídas e entregues à população. Participaram dessa rodada de reunião de plataformas as seguintes Unidades de Gestão: Agronegócio, Abastecimento e Turismo, Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Mobilidade e Transporte, Planejamento Urbano e Meio Ambiente, Infraestrutura e Serviços Públicos, além da Fumas (Fundação Municipal de Ação Social) e da DAE.

O gestor de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi, reforçou o modelo de gestão utilizado para acompanhamento das obras estruturais do município. "Com essas reuniões de monitoramento, avaliamos cada cronograma em execução e também destravamos gargalos de cada projeto que está em andamento na cidade, pois eles impactam na qualidade de vida dos munícipes", destacou Parimoschi.

Um dos pontos abordados pelos gestores é a dificuldade momentânea trazida pela pandemia, de alguns insumos como cimento e ferro, por exemplo, que impactam no custo do projeto. Além disso, estão escassos no mercado. Outro fator importante é o afastamento de funcionários dessas empresas em razão de contaminação pelo coronavírus. A soma desses fatores impactam no andamento e atrasam obras importantes.

A Unidade de Agronegócio, Abastecimento e Turismo está concluindo a instalação de 27 pórticos, nas rotas turísticas do município. Este projeto é financiado pelo governo do Estado de São Paulo. As estruturas contarão com QR Codes, que possibilitam o acesso das pessoas às informações, através do celular, de cada uma dessas rotas. (Da redação)


Notícias relevantes: