Política

STF investiga suposto ataque


Marcello Casal JrAgência Brasil
O sistema do STF ficou fora do ar devido a acessos fora do padrão
Crédito: Marcello Casal JrAgência Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) investiga uma suposta tentativa de ataque hacker no sistema eletrônico da Corte. O procedimento é feito pelo Supremo em parceria com a Polícia Federal e foi iniciado após terem sido identificados acessos fora do padrão na quinta-feira (6).

Técnicos do Supremo afirmam que a tentativa de invasão foi contida enquanto ainda estava em andamento. E que não foram acessadas informações sigilosas nem houve sequestro do ambiente virtual, como ocorreu com o Superior Tribunal de Justiça (STJ), no ano passado.

O site do tribunal foi tirado do ar na quinta (6). Em nota divulgada na manhã desta sexta (7), o Supremo informou que a medida, que atingiu usuários externos, foi adotada para "garantir a segurança das informações".

"A equipe técnica trabalha para retomada gradual dos serviços a partir desta sexta. Nos casos em que os sistemas do tribunal não identificam de imediato se a alta quantidade de acessos é oriunda de um "robô do bem" ou de um hacker com intenções ilícitas, medidas são adotadas para reforço da segurança de suas portas de entradas. No episódio desta quinta, segundo as informações já depuradas, o acesso não teve intuito de "sequestro" de ambiente, mas apenas de obtenção de dados, diz a nota.


Notícias relevantes: