Política

Cabral delata PSD e Solidariedade


O ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, revelou em acordo de delação premiada à Polícia Federal (PF) que os partidos PSD e Solidariedade teriam recebido cerca de R$ 32 milhões, em 2014, para apoiar a candidatura de Luiz Fernando Pezão ao governo do Estado. A afirmação consta no relatório policial que faz parte das 900 páginas do conteúdo da delação premiada do ex-governador.


Notícias relevantes: