Política

Luiz Fernando apresenta políticas para as crianças em São Paulo

A convite da Fiesp, prefeito apresentou palestra sobre políticas públicas para a infância


DIVULGAÇÃO
Luiz Fernando Machado falou sobre as ações para a infância em Jundiaí
Crédito: DIVULGAÇÃO

A convite da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), o prefeito Luiz Fernando Machado (PSDB) apresentou uma palestra, na manhã desta quarta-feira (26), sobre as políticas públicas para a infância implantadas em Jundiaí e os trabalhos realizados nos últimos quatro anos para que se consolidasse como Cidade das Crianças. O evento ocorreu na sede da instituição, em São Paulo.

"A criança não é nosso futuro, ela é nosso presente, ela precisa ser pensada agora e participar das nossas transformações, como parte da sociedade", declarou o prefeito. "Em nossa cidade, criamos o Comitê das Crianças, que é deliberativo e nos ajuda a construir boas políticas públicas para o município".

A palestra, conduzida aos membros do Conselho Superior de Estudos da Política (Consep) da Fiesp, contou com a maior parte de seus participantes de forma on-line. "Nós sempre trazemos a visão de quem faz a diferença para nós empresários, em todo o Brasil", declarou o presidente do Consep/Fiesp, Carlos Trombini. "Todos os países que investiram em educação saíram na frente".

Em Jundiaí, explicou Luiz Fernando, a maneira de pensar a educação vem mudando. Hoje, com o conceito de desemparedamento, espaços públicos e abertos, em contato com a natureza, estão se tornando novos locais de aprendizado. "São salas de aula a céu aberto. Nesse momento de pandemia, a natureza tornou-se, mais do que nunca, uma aliada na aprendizagem e as crianças podem aprender muito ao ocuparem seus espaços".

Jundiaí aderiu à Rede Latino-Americana - Cidade das Crianças e também à Rede Urban95, sob a tutela da Fundação holandesa Bernard van Leer, reconhecimento dado a apenas 14 municípios brasileiros. A cidade também inaugurou no fim do ano passado, à beira de sua represa de abastecimento, o Mundo das Crianças, com 170 mil m². "Ali, instalamos brinquedos que estimulam o desenvolvimento motor das crianças e não aqueles que fazem o esforço por elas". 

 


Notícias relevantes: