Política

Campanhas de Haddad e Boulos para 2022 avançam em São Paulo


Divulgação
Haddad e Guilherme Boulos não descartam união para vencer o PSDB
Crédito: Divulgação

Enquanto trabalham separadamente para conquistar o governo de São Paulo nas eleições de 2022, Fernando Haddad (PT) e Guilherme Boulos (PSOL) propagam o discurso de busca de unidade da esquerda no estado, o que eleva a apreensão e a expectativa sobre o desenho de uma futura chapa.

Boulos deu início a uma série de agendas eleitorais pelo estado, impulsionado pelo resultado na capital em 2020, quando ficou em segundo lugar na disputa para prefeito. Haddad, por sua vez, constrói um plano de governo e se dedica a reuniões virtuais e a entrevistas para rádios no interior.

Membros do PT e do PSOL concordam que é preciso evitar que os votos do campo progressista se dividam e, para isso, já começam a buscar saídas que levem à união. O esforço é para construir uma aliança ampla, o que inclui também PC do B, PDT e PSB, que tem Márcio França como pré-candidato.

Impulsionados pela pré-candidatura de Lula (PT) ao Planalto e diante de rachas internos entre adversários tucanos e bolsonaristas, setores da esquerda veem uma "oportunidade ímpar", nas palavras do presidente do PT paulista, Luiz Marinho, para quebrar a hegemonia do PSDB, que governa o estado desde 1995.

Líderes dos partidos progressistas têm mantido intensa agenda de conversas e pontuam que há tempo, a um ano e quatro meses das eleições, para construir uma frente e brigar pela cadeira hoje ocupada pelo tucano João Doria, que tenta se viabilizar como postulante à Presidência.

Parte dos petistas se diz incomodada com o discurso de Boulos de que sua candidatura é irrevogável, o que interditaria o diálogo sobre alianças. Haddad, por outro lado, evita se declarar pré-candidato e tem dito que é cedo para discutir nomes. Tensões à parte, os dois mantêm boa interlocução.

A ideia que circula na direção do PT é oferecer a Boulos apoio para a eleição de 2024 à Prefeitura de São Paulo. (FP)


Notícias relevantes: