Política

Afegãos morrem em aeroporto


Em meio ao caos que se instalou no aeroporto internacional de Cabul desde domingo (15), com afegãos e estrangeiros tentando sair do país após a tomada de poder pelo Taleban, uma multidão invadiu a pista de decolagem e pessoas se penduraram em aeronaves em movimento, mostram vídeos em redes sociais.

De acordo com a agência de notícias Associated Press, autoridades já contam sete mortos na confusão no aeroporto, algumas delas após caírem da aeronave em voo.

Segundo um agente americano, militares atiraram para cima para tentar deter as pessoas que forçavam a entrada na área de decolagem da aeronave, que partia de Cabul com funcionários da embaixada dos EUA. O Pentágono afirmou que soldados americanos mataram dois homens armados no aeroporto.

Nesta segunda-feira (16), o governo dos EUA tomou o controle do tráfego aéreo e afirmou que a prioridade é garantir a segurança do aeroporto, que virou sede temporária da representação diplomática do país. Em meio à confusão, no entanto, suspendeu os voos militares e civis por volta das 13h (horário de Brasília) - medida que o Pentágono já tinha tomado antes, até que voltou atrás pouco depois.

"Forças militares americanas estão trabalhando junto com tropas turcas e outras tropas internacionais para esvaziar a área. Não sabemos quanto tempo isso levará", explicou John Kirby, porta-voz do departamento de Defesa.

O chefe do Comando Central dos Estados Unidos, o general Kenneth F. McKenzie, que coordena operações militares unificadas, se encontrou no domingo (1) com um representante do Taleban em Doha, no Qatar.


Notícias relevantes: