Política

Jundiaí investe R$ 97,8 milhões em obras de infra e saúde

MELHORIAS A pandemia não limitou os investimentos nas demais áreas de Jundiaí, e a área da infraestrutura tem sido priorizada


Divulgação
As obras de recapeamento e pavimentação compõem grande parte dos investimentos da prefeitura neste ano
Crédito: Divulgação

Mesmo com os gastos voltados à área da saúde por conta do combate à pandemia da covid-19, as obras de infraestrutura continuam em Jundiaí. A Unidade de Gestão de Governo e Finanças (UGGF) informa que mantém em andamento as obras prioritárias espalhadas por todas as regiões da cidade, cujo investimento neste momento é de R$ 97,8 milhões.

Apenas na área de infraestrutura, as obras em execução no momento movimentam R$ 17,5 milhões, que equivalem a 18% do valor total. A maior delas está sendo realizada no bairro do Anhangabaú, para ampliação da capacidade da Estação de Tratamento de Água, pela DAE, com investimento de R$ 11.175.765,02.

Já estão em fase de conclusão as reformas dos viadutos São João Batista e João Nasser, no valor de R$ 2,9 milhões, as obras de pavimentação na avenida Engenheiro João Fernandes Gimenez Molina, no Medeiros, que somam R$ 1,8 milhão a pavimentação e drenagem na rua Ana Ienne Faccioni, no Alto da Malota, com custo de R$ 407 mil e obras para contenção e recuperação do Rio Jundiaí, na região da Vila Rami, com investimento de R$ 1,29 milhão.

"Todos os projetos são acompanhados pela Unidade Central de Entregas (UCE), estrutura implantada pela atual gestão municipal de Jundiaí e cujo modelo é inspirado na iniciativa privada. Dessa forma, conferimos mais eficiência na ponta e melhores resultados para os munícipes, que recebem a obra ou o serviço dentro do prazo", afirma o gestor de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi.

Esportes

O município também tem obras nas áreas de Esportes, Cultura e Assistência e Desenvolvimento Social. No Centro, passa por revitalização e modernização do Centro das Artes e a nova Casa de Passagem para a população em situação de rua na avenida Aristeu Dagnoni.

Na Vila Liberdade, está em construção o Centro de Excelência do Basquete no CECE Antônio Ovídeo Bueno. A Prefeitura utiliza o gerenciamento de projetos como ferramenta para planejar, avaliar e controlar cada um dos projetos e obras prioritários.

Saúde

Na área de Saúde, simultânea às obras da Clínica da Família e do Pronto Atendimento Geral da Ponte São João, orçadas em R$ 8,3 milhões para a construção, está a adequação do prédio da Clínica da Família Hortolândia, que terá uma Unidade de Pronto Atendimento Geral 12h atuando no mesmo complexo.

O investimento para a construção do prédio na Vila Hortolândia é de R$ 3,38 milhões. No Jardim Santa Gertrudes e no São Camilo, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) passam por reforma com investimento de R$ 1,18 milhão somados.

Educação

Já na educação, têm continuidade as reformas em escolas em bairros como Jardim do Lago, Novo Horizonte, Santa Gertrudes, Jundiaí-Mirim, Vila Marlene e Parque Eloy Chaves, além da conclusão da Emeb Joaquim Candelário de Freitas, na Vila Hortolândia, que será a maior unidade da Escola Inovadora de Jundiaí, com 4,7 mil metros quadrados, que será repleta de dispositivos modernos e sustentáveis. O investimento na EMEB é de R$ 12 milhões.

Comparação

Ao longo do mandato anterior, de 2017 a 2020, foram entregues um total de 146 obras que totalizam um investimento de R$ 207.903.038,65.

Em 2017, 4 obras totalizaram um valor de R$ 2,3 milhões. Já em 2018 foram investidos R$ 27,1 milhões em 34 obras. EM 2019, 51 obras totalizaram gastos de R$ 37,2 milhões e, em 2020, o investimento chegou a R$ 141 milhões em 57 obras. Destaque para a construção do Córrego das Valquírias, no valor de R$ 15,8 milhões.


Notícias relevantes: