Política

Prefeitura prevê R$ 13,1 bi no PPA investidos até 2025

PLANEJAMENTO O Plano Plurianual estabelece metas e objetivos do governo até 2025 baseado em sugestões da população


Divulgação
O gestor José Antonio Parimoschi realizou a apresentação sobre as metas do governo municipal até 2025
Crédito: Divulgação

A Prefeitura de Jundiaí, por meio da Unidade de Gestão de Governo e Finanças, realizou uma audiência pública on-line para apresentar o Plano Plurianual (PPA) 2022-2025 na noite desta quarta-feira (18). O PPA é um documento que define as diretrizes e o plano de ação do governo, bem como suas prioridades, para um período de quatro anos de gestão.

O valor total estimado do plano para os próximos quatro anos é de R$ 13,1 bilhões.

Durante a audiência pública, dúvidas enviadas por e-mail e nos comentários nas redes sociais foram sanadas em tempo real por todos os gestores municipais, que participaram de maneira on-line e falaram sobre investimentos em Saúde, Educação, Esporte, Segurança Municipal, Obras, Desenvolvimento Econômico, Desenvolvimento Social e no conceito Cidade das Crianças.

Foram apresentadas dúvidas sobre tratamento os reflexos da covid na saúde mental por exemplo, telemedicina, revitalização de áreas públicas para aulas ao ar livre e práticas esportivas (incluindo centros esportivos que já estão passando por melhorias), construção de nova escola no Vetor Oeste, investimentos em assistência social, entre outras.

Parimoschi apresentou um panorama da economia nacional e municipal e, com ele, o desafio da administração pública frente a inúmeras variáveis. O gestor de Governo e Finanças lembrou que os números atuais da economia brasileira não são animadores, como alto desemprego (14,6% no país) e aumento tímido do PIB (Produto Interno Bruto) se levado em conta a queda registrada no ano anterior.

"O PPA dá o norte aos nossos investimentos em políticas públicas para os próximos anos e em todo seu processo contamos com a participação popular, como 643 contribuições recebidas pela internet, mil entrevistas feitas por telefone, 11 encontros virtuais com grupos focais, além de utilizar ferramentas importantes como esta audiência pública, que é a segunda que fazemos este ano sobre o plano", explicou o gestor de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi.

Além do PIB e do desemprego, foram citadas a inflação e a taxa de juros. "Na elaboração de um plano para os próximos anos, não podemos deixar de levar em conta os principais indicadores da economia nacional, que afetam a qualidade do planejamento", observou Parimoschi, que também lembrou outros desafios pela frente, como o aumento da procura pela escola pública e pela rede pública de Saúde, além de questões previdenciárias.

Como lembrou o diretor de Planejamento e Governança, Fernando Luis Polo, cada unidade de gestão municipal fez um diagnóstico de seus problemas e necessidades de avanço para o desenho da política pública que passa a compor o PPA.

"É essencial observar os recursos, pois eles são limitados", declarou o diretor. "O que torna nosso desafio ainda maior para a preparação desse plano." Polo também citou os três pilares fundamentais para a realização do PPA: Modelo de Gestão Inovador, Observância das Diretrizes e Equilíbrio Financeiro e Orçamentário.


Notícias relevantes: