Política

Governo rescinde com a Precisa


O Ministério da Saúde oficializou nesta sexta-feira (27) a rescisão de contrato com a farmacêutica Precisa Medicamentos, que intermediava a compra da vacina indiana Covaxin no Brasil. A rescisão unilateral do contrato da pasta com a farmacêutica consta no Diário Oficial da União (DOU) de ontem (27). O contrato previa a aquisição de 20 milhões de doses da vacina Covaxin pelo valor de R$ 1,6 bilhão.


Notícias relevantes: