Política

Jundiaí tem três dias de luto pela morte de Claudio Levada

Com o falecimento do desembargador, a Prefeitura de Jundiaí decretou luto oficial


ARQUIVO JJ
Antônio Claudio Soares Levada foi membro do conselho do Paulista
Crédito: ARQUIVO JJ

O desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo, professor e coordenador da Faculdade de Direito do Centro Universitário Padre Anchieta (Fadipa), Antônio Claudio Soares Levada, faleceu na manhã de ontem (6), após um infarto fulminante.

Levada deixa seis filhos e a esposa. Ele será velado das 10h às 15h de hoje (7), na sede central do Clube Jundiaiense, localizada na rua Onze de Junho, 46. Após o velório, Claudio será sepultado às 15h no cemitério municipal Nosso Senhora do Desterro.

Por conta do falecimento, a Prefeitura de Jundiaí decretou luto oficial de três dias, até a quarta-feira (8).

CONSTERNAÇÃO

O pesar pelo falecimento foi expressado por muitas pessoas que conheceram o desembargador e lamentam profundamente sua partida. O prefeito Luiz Fernando Machado, que foi aluno de Levada, lembrou do professor. "Tenho certeza de que ele deixa a sua marca no coração de muitos jundiaienses. Comigo, guardarei na memória os ensinamentos passados como meu professor na Faculdade Padre Anchieta."

Coordenador-adjunto da Fadipa, Elvis Brassaroto Aleixo diz que a perda é irreparável. "Foram quase 40 anos como docente universitário e magistrado. Sempre tratou com igualdade e respeito todas as pessoas, alunos, docentes, serventuários, jurisdicionados. Professor e juiz que sempre humanizou as relações e cuidou do que é essencial: as pessoas por trás dos processos e por trás das carteiras universitárias. Evitava resolver os assuntos com base em padronizações", lembra.

Advogado, escritor e professor da Fadipa, João Carlos Martinelli lamentou a triste notícia lembrando os feitos do amigo. "Participava ativamente da vida comunitária. Foi conselheiro do Paulista F.C., diretor do Clube Jundiaiense e tinha um programa semanal na TV Japi, com o Douglas Mondo, entre outros. Foi diretor do Fórum de Jundiaí. Era o professor mais antigo da Fadipa. Deixa desde já muitas saudades."

Ex-prefeito de Jundiaí, Miguel Haddad também lembra do profissional que Levada foi. "Sempre foi um jundiaiense apaixonado pela magistratura e dedicado aos assuntos que envolviam o desenvolvimento de Jundiaí. Parte de maneira precoce e certamente fará falta."

 


Notícias relevantes: