Política

Além da Capital, Jundiaí e Região também preparam atos

7 de Setembro Carreata que passará pelo Interior de São Paulo reunindo diversos grupos chegará a Jundiaí rumo ao 12º G.A.C


Divulgação
Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro preparam atos também no Interior de São Paulo, passando por Jundiaí
Crédito: Divulgação

O feriado de 7 de setembro promete ser um dos mais marcantes da história recente do Brasil. Isso porque as capitais brasileiras serão o palco de grandes protestos, principalmente de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, mas também dos partidos de esquerda e da oposição. Em São Paulo, a concentração maior dos apoiadores do presidente será na avenida Paulista, que inclusive foi tema de discussão sobre quem teria o direito a utilizá-la.

Mas as cidades do Interior paulista, inclusive o Aglomerado Urbano de Jundiaí, também estarão bastante movimentadas. Em Jundiaí, como de costume, o palco será a avenida 9 de Julho, assim como o Paço Municipal e o 12º G.A.C (Grupo de Artilharia de Campanha).

A Unidade de Gestão de Segurança da Prefeitura de Jundiaí informa que, nesta terça-feira (7), será realizada operação, com o efetivo da Guarda Municipal de Jundiaí, em conjunto com a Polícia Militar, nos pontos de concentração e de deslocamento para garantir a segurança dos munícipes. Segundo informado pela organização do evento, os pontos de concentração são Paço Municipal, em frente ao Parque Comendador Antônio Carbonari e 12º G.A.C.

A Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte irá fazer o monitoramento do respeito às normas e sinalização do Código de Trânsito Brasileiro nos pontos de concentração e trajeto.

Uma caravana de cinco ônibus e cerca de 150 moradores de Jundiaí e Região irá para a Avenida Paulista. "O dia promete. Todos em apoio ao presidente Jair Bolsonaro e para mostrar ao STF que o poder emana do povo. Temos que agir em massa contra a inversão de valores que nosso país passa e mostrar a todos a nossa força", comenta Leandro Lourenço, organizador do Grupo Jundiaí Conservador.

Atos em formato de carreata/motociata passarão por diversos municípios do Interior, como no caso do Jeep Clube Missão 4x4. "Nosso clube tem mais de 270 integrantes de diferentes cidades paulistas. Estamos nos unindo, junto com amigos de motoclubes, clubes de carros antigos, caminhões e demais veículos para juntar uma turma grande. Vamos nos encontrar em Bragança Paulista, às 7h da manhã, e de lá partiremos. Iremos passar por Jarinu, Campo Limpo Paulista, Várzea Paulista, chegando a Jundiaí", comenta Rafael André Batista, presidente do Jeep Clube.

O Jeep clube mandou ofícios para todos os municípios solicitando o apoio das guardas e forças de segurança. "Em Jundiaí nos encontraremos com novos grupos da cidade, passaremos pela avenida 9 de Julho, avenida Jundiaí e caindo na rodovia Anhanguera rumo ao 12º G.A.C. Nosso propósito é entregar uma carta ao representante das Forças Armadas de Jundiaí visando a criminalização do comunismo no Brasil e de repúdio à ditadura do STF contra a liberdade de expressão, que suja a imagem do Brasil", complementa.

Produtores rurais também farão parte do ato em Jundiaí, promovendo uma carreata com tratores e veículos rurais que fará todo o percurso nas principais avenidas da cidade, passando pelo Parque da Uva, além dos manifestantes independentes.


Notícias relevantes: