Política

Aeroporto de Jundiaí sedia 1ª Aviatrade, feira de aviação

ABERTURA Com a presença dos prefeitos de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira e de Jundiaí, Luiz Fernando, evento movimenta R$ 10 milhões


DIVULGAÇÃO
Prefeitos Luiz Fernando Machado, de Jundiaí, e Duarte Nogueira, de Ribeirão Preto, estiveram na abertura da 1ª edição da Aviatrade, em Jundiaí
Crédito: DIVULGAÇÃO

Com a presença de fabricantes, representantes de vendas e empresas do setor da aviação, a 1ª edição da Aviatrade começou nesta quarta-feira (22), no Aeroporto Com. Rolim Amaro, de Jundiaí. O prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira (PSDB) e de Jundiaí, Luiz Fernando Machado (PSDB) estiveram presentes na abertura do evento e foram recepcionados pelo presidente da VOA-SP, Marcel Moure.

Mais de 50 marcas participam da Aviatrade, que acontece também nesta quinta-feira (23). Com previsão de R$ 10 milhões em negócios, a feira é o primeiro evento de aviação geral que acontece após a pandemia.

Na solenidade de abertura, o consórcio VOA-SP, que administra 16 aeroportos no interior de São Paulo, assinou o primeiro contrato da América do Sul para a compensação de crédito de carbono com a britânica Air bp. Isto significa que todo combustível abastecido em Jundiaí irá entrar em projeto de compensação ambiental.

"Este é o primeiro aeroporto a assinar este projeto, e será um modelo para o país", afirma Marcel Moure. Para o presidente da Air bp para a América do Sul, Ricardo Paganini, a compensação de crédito de carbono traz benefícios para os projetos ambientais apoiados pela empresa.

Em seu discurso, o prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, afirmou que o projeto de lei, aprovado na última terça-feira pela Câmara de Jundiaí, irá fomentar cada vez mais negócios de aviação para o município. Com ele, toda atividade ligada ao setor irá se beneficiar de alíquota de 2% de ISS. "Trazemos um ambiente de negócios propício para toda o setor aeroviário."

Segundo o organizador do evento, Gledson Castro, a feira movimentou R$ 50 milhões e deve gerar R$ 10 milhões em novos negócios. "Jundiaí, com certeza, entrou hoje para o calendário de eventos da aviação."

O prefeito de Ribeirão Preto, Duarte Nogueira, afirmou que era uma honra estar em Jundiaí e que aguarda novos investimentos aeroportuários em sua cidade, onde o consórcio que administra a VOA-SP acaba de ganhar a concessão de mais 11 aeroportos regionais do bloco sudeste. "Novos modelos e negócios irão atrair investimentos para o setor, que beneficia todo o interior de São Paulo."

No pátio, há a exposição de 17 aeronaves, em uma área de 8 mil metros quadrados, incluindo pátio de manobras com foco nas monomotoras. Segundo os organizadores, o objetivo é "entregar a solução completa para a compra de aeronaves, oferecendo em um só local todos os serviços necessários para aquisição e montagem da operação".

Participam como expositores fabricantes nacionais e internacionais, além de empresas especializadas em serviços aeronáuticos, reunindo representantes de toda a cadeia produtiva do setor.

Empresas como a Cirrus, Plane, Timbro, Vulcanair, Baburich e Martes Updates e Avionics marcaram presença.


Notícias relevantes: