Política

Ventos de 95km/h derrubam palanque que receberia presidente em Maringá


Uma forte chuva, com ventos de mais de 95 quilômetros por hora (km/h), atingiu a cidade de Maringá (PR) na manhã de hoje (1). Segundo a prefeitura, embora não tenha causado maiores danos, nem deixado vítimas, a força do vento derrubou um palanque montado no aeroporto regional para a cerimônia, agendada para esta tarde, de entrega de obras de melhoria e de ampliação da pista de pousos e decolagens.

Além do governador Ratinho Júnior e de outras autoridades estaduais e municipais, o evento contará com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro. Mais cedo, durante uma cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília, o presidente chegou a anunciar que sua ida ao estado seria cancelada devido ao ocorrido, mas, pouco depois, o líder do governo na Câmara dos Deputados, Ricardo Barros (PP-PR), usou sua conta no Twitter para anunciar que a visita presidencial está mantida. Barros, que é natural de Maringá, acompanhará Bolsonaro.

Segundo o diretor administrativo do Aeroporto Regional de Maringá, Felipe Gabriel Ferro, a solenidade será transferida para o Pavilhão Azul do Parque Internacional de Exposições Francisco Feio Ribeiro.

À Agência Brasil, Ferro disse que o vento derrubou algumas árvores na cidade, mas que o estrago maior foi mesmo a queda do palanque. Segundo ele, a chuva e o vento atingiram o aeroporto com maior intensidade, pois este se encontra em uma área mais alta e descampada de Maringá.

De acordo com a prefeitura, as obras de melhoria da infraestrutura aeroportuária começaram em 2019 e exigiram cerca de R$ 81,5 milhões em investimentos federais e municipais. Além da instalação de novos instrumentos de auxílio à navegação aérea e da modernização do pátio, a pista foi ampliada a fim de permitir pousos e decolagens de aeronaves de maior porte, incluindo voos de carga nacionais e internacionais.


Notícias relevantes: