Política

STF prorroga investigações


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes prorrogou por mais 60 dias a investigação que apura se o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o deputado Filipe Barros (PSL-PR) cometeram crime ao terem divulgado trechos de um relatório sigiloso da Polícia Federal. O relatório foi divulgado por Bolsonaro durante uma live com a participação de Barros.


Notícias relevantes: