Política

Lei do salão parceiro


O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu ontem (27), por 8 votos a 2, que é constitucional a chamada "Lei do Salão Parceiro", que desde 2016 desobriga salões de beleza da contratação de profissionais de beleza no regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). A lei, sancionada pelo então presidente Michel Temer, permite a atuação de profissionais que trabalham como autônomos dentro de estabelecimentos.


Notícias relevantes: