Política

Prefeitura lança Guia de Finanças 2021 com foco na educação fiscal

Este ano o foco será o PPA 2022-2025


DIVULGAÇÃO
Parimoschi ressalta indicadores municipais e gasto público em novo guia
Crédito: DIVULGAÇÃO

A Prefeitura de Jundiaí lançou, neste dia 30, o Guia de Finanças 2021, uma ferramenta de educação fiscal que detalha - através de textos escritos em linguagem simples, tabelas e infográficos - o caminho do dinheiro público. Tudo começa com os dados das receitas que são arrecadadas dos impostos pagos pelo contribuinte, que são canalizados para cada área da administração para atender à população. Este ano, o guia dá um zoom no PPA (Plano Plurianual) 2022-2025, que é o plano de desenvolvimento da cidade para os próximos quatro anos. A ferramenta foi realizada pela equipe da Unidade de Gestão de Governo e Finanças (UGGF) e está disponível on-line (https://app.leragora.com/jundiai2021/).

"O guia traz de maneira acessível o resultado do trabalho inovador realizado pela nossa gestão e se consolida como uma importante ferramenta de transparência, reforçando a estratégia do município de se disponibilizar de maneira on-line e pró-ativa para o cidadão, como o Portal da Transparência e o Observatório Jundiaí", declara o prefeito Luiz Fernando Machado.

"Além de promover a cidadania fiscal, o guia destaca a transparência da gestão, trazendo informações relevantes, como os efeitos da pandemia sobre as políticas públicas no ano passado, e também permite o acesso a um material bem didático que informa toda a estrutura dos serviços públicos municipais disponíveis e os principais indicadores das áreas da educação, saúde, segurança e finanças", observa o gestor de Governo e Finanças, José Antonio Parimoschi.

Panorama de 2020

Em 2020, a receita total de Jundiaí foi de R$ 2,39 bilhões, valor 1,9% abaixo do registrado no ano anterior. Como consequência da crise sanitária e econômica que se abateu sobre o mundo, as principais receitas do município sentiram seus efeitos adversos. "Para o enfrentamento da pandemia, foram injetados, em 2020, R$ 50,3 milhões adicionais em saúde, elevando o total aplicado na área para R$ 613,6 milhões. A saúde é a política pública que mais absorve os recursos arrecadados, tendo sido responsável por 25,9% de toda a despesa municipal do ano passado, seguido da Educação", afirma Parimoschi.

 


Notícias relevantes: