Política

PGR arquiva caso dos imóveis


A Procuradoria-Geral da República (PGR) arquivou, sem fazer requisição de documentos, uma apuração preliminar aberta em dezembro do ano passado para apurar o uso de R$ 150 mil em dinheiro vivo feito pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) durante a aquisição de dois apartamentos comprados na Zona Sul do Rio de Janeiro entre 2011 e 2016. A PGR disse que "notícia de jornal não é sequer indício de crime".


Notícias relevantes: