Política

LOA é apresentada à Câmara de Jundiaí


@pedroamora
José Antonio Parimoschi apresentou dados e números referentes ao Orçamento disponível para 2022
Crédito: @pedroamora

O gestor de governo e finanças da Prefeitura de Jundiaí, José Antonio Parimoschi, realizou na manhã de ontem (8), para a Câmara de Jundiaí e aqueles que acompanharam pelas redes sociais, a apresentação da Lei Orçamentária Anual (LOA) correspondente ao ano de 2022. A audiência foi transmitida apenas de maneira on-line pois o Plenário da Câmara segue em reforma.

Para o ano que vem, a projeção de arrecadação é de R$ 3,01 bilhões, 12% a mais em despesas e receitas se comparada à LOA deste ano. As áreas que mais receberão investimentos em relação aos impostos arrecadados são a Educação, com 28,93%, e Saúde, com 26,24%.

Serão R$ 1 bilhão para a unidade de Governo, Finanças e Transparência, que correspondem a 33,8% do total disponível, R$ 741,3 milhões para Saúde e Qualidade de Vida e outros R$ 639,5 para Educação e Cultura. Além disso, o Desenvolvimento Sustentável ficará com R$ 394,66 milhões, que correspondem a 13,1%, e outros R$ 84 milhões, equivalentes a 2,8%, serão destinados à Segurança Pública do município.

"Jundiaí investe nessas duas áreas mais do que o mínimo estabelecido na Constituição, o que mostra nosso compromisso com a qualidade de vida, olhando para o futuro", declara o gestor. O Orçamento será distribuído em 21 programas municipais, em um total de 357 ações.

O texto agora será analisado pelos vereadores jundiaienses e deve ser votado ainda este ano. Tradicionalmente a LOA é votada na última sessão do ano da Câmara de Jundiaí, que antecede o recesso de final de ano de todo Legislativo municipal.

Deste valor total de R$ 3,01 bilhões, 6,5% serão destinados a novos investimentos para o município, que correspondem a R$ 197,5 milhões. O valor destinado para o Poder Legislativo (Câmara de Jundiaí) será de R$ 33,7 milhões, que equivalem a apenas 1,12% de todo o Orçamento municipal.

(Angelo Santi)


Notícias relevantes: