Política

Bolsonaro está '99% no PL'


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, nesta segunda-feira (8), que deve se filiar ao Partido Liberal (PL), cujo dirigente é o ex-deputado Valdemar Costa Neto. "Está 99% fechado. A chance de dar errado é quase zero. Está tudo certo", garantiu.

Ao ser questionado sobre quando irá bater o martelo, Bolsonaro disse que vai depender de uma reunião na próxima quarta-feira (10) com representantes do PL. "Na quarta-feira, terei a última conversa com a sigla. Irei conversar com o Valdemar para, em seguida, marcar a data do casamento", ressaltou.

Bolsonaro também afirmou que o objetivo, ao escolher o Partido Liberal, é focar, em 2022, em candidaturas de senadores e deputados federais.

Dirigentes do PL já foram avisados de que o presidente Jair Bolsonaro bateu o martelo no domingo (7) e deve anunciar em breve sua filiação ao partido. Segundo dirigentes da sigla de Valdemar da Costa Neto, o ato de filiação deve ocorrer dia 22, em Brasília, em grande ato que unirá não só integrantes do partido, mas também do PP.

O anúncio da filiação será o prenúncio do casamento do PL com o PP. Isso porque a ida de Bolsonaro para o PL embute acordo para que o PP, partido do ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira, indique o candidato a vice na chapa do presidente em 2022, quando ele deve disputar a eleição.

Ciro Nogueira participou da costura do acordo. Até o fim, ele brigou para Bolsonaro migrar para o PP, de olho no crescimento da bancada que a ida do presidente para o partido poderia acarretar. Pesou para o presidente, porém, o fato de que o PL tem menos arestas a aparar com o campo político dele do que o PP, que ocupa cargos importantes em governos da região Nordeste. (Das agências)


Notícias relevantes: