Política

Déficit primário de R% 95,8 bilhões


O Ministério da Economia revisou as projeções de receitas e despesas para este ano e, pela primeira vez, passou a prever um rombo inferior a R$ 100 bilhões para as contas federais de 2021. Pelos novos cálculos da pasta, divulgados nesta segunda-feira (22), o governo deve fechar o ano com um déficit primário de R$ 95,8 bilhões. A estimativa anterior, feita em setembro, apontava para um rombo de R$ 139,4 bilhões.


Notícias relevantes: