Política

Cunha deve deixar o MDB


Cassado em 2016 após ser acusado pela Operação Lava Jato (depois, condenado pelo então juiz Sergio Moro por corrupção passiva e lavagem de dinheiro), o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ) cortou relações com os deputados federais de seu partido. A expectativa é que Cunha, responsável por conduzir o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT) na Casa, deixe a legenda em fevereiro.


Notícias relevantes: