Política

Ministros vão de classe executiva


Citando a necessidade de atenuar os efeitos de um "déficit de ergonomia", o governo Jair Bolsonaro (PL) editou um decreto que permite que ministros de Estado e cargos de confiança de alto nível da administração federal possam viajar em classe executiva durante missões oficiais ao exterior. O bilhete em classe executiva poderá ser adquirido se o voo internacional for superior a sete horas.


Notícias relevantes: