Política

PELA ORDEM


Cartórios eleitorais fechados no dia 1º

Os cartórios eleitorais de todo o estado não terão expediente no dia 1º de agosto. O tribunal vai antecipar o feriado relativo à instituição dos cursos jurídicos no Brasil, celebrado em 11 de agosto (Lei 5.010/66). O atendimento será retomado na terça-feira (2), a partir das 12h às 18h. O objetivo da antecipação é evitar a interrupção dos serviços eleitorais na reta final do prazo para registro de candidaturas para as Eleições 2022, que se encerra em 15 de agosto. Os prazos processuais ficam suspensos no dia 1, voltando a correr normalmente na dia seguinte.

Várzea Paulista faz consulta pública

A Prefeitura de Várzea Paulista abre, a partir de hoje (28), consulta pública para a população da cidade colaborar com a elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2023. Esta é a oportunidade de participar ativamente do processo de elaboração do Orçamento Anual e contribuir para melhorias na cidade. A LOA é a lei que estima as receitas, fixa as despesas e aponta como o governo vai aplicar os recursos públicos. A consulta vai até 28 de agosto.

Doria não irá à convenção do PSDB

O ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB) viaja hoje (28) para os Estados Unidos e não participará da convenção que oficializará a candidatura à reeleição do governador Rodrigo Garcia (PSDB), no sábado (30). Ele retorna ao Brasil no dia 3 de agosto.

PP confirma apoio ao PL de Bolsonaro

O PP, partido do presidente da Câmara, Arthur Lira, oficializou ontem o apoio à reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL) em convenção nacional do partido, em Brasília. A sigla compõe a base aliada do governo no Congresso Nacional.

Presidente volta a defender remédio

O presidente Jair Bolsonaro voltou a defender, ontem (27), o uso de remédios sem eficácia contra a covid-19 e foi aplaudido por uma plateia de médicos. Em discurso no Conselho Federal de Medicina dois dias após a Procuradoria-Geral da República pedir o arquivamento da investigação aberta a pedido da CPI da Covid devido à propaganda do presidente em favor da hidroxicloroquina, o chefe do Executivo afirmou que "teve uma experiência muito forte de interferência na autonomia médica" na pandemia.


Notícias relevantes: