Política

Prefeito anuncia que Jundiaí vai sediar evento internacional em 2023

EM HARVARD Luiz Fernando representou a cidade em evento sobre primeira infância, durante esta semana, em Boston, nos Estados Unidos


DIVULGAÇÃO
Luiz Fernando passou a semana na Universidade de Harvard
Crédito: DIVULGAÇÃO

O prefeito Luiz Fernando Machado (PSDB) anunciou ontem (29), de Boston (nos Estados Unidos), que Jundiaí sediará, de 9 a 12 de março de 2023, evento internacional sobre a primeira infância. O assunto também foi tema do IX Programa de Liderança Executivo, que o prefeito participou nesta semana.

Segundo o Luiz Fernando, estarão envolvidos no evento na cidade todas as instituições que fazem parte do Urban95, entre elas a Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, o Ateliê Navio, a Fundação Bernardo Van Leer e o Instituto Alana. "Todos estarão reunidos em Jundiaí promovendo a discussão de que cuidar das crianças é estratégico."

O programa de liderança, promovido pelo Núcleo de Ciência pela Infância, foi na Universidade de Harvard e terminou ontem (29).

No último dia do evento, Luiz Fernando falou com exclusividade à Rádio Difusora. Confira alguns trechos da entrevista, concedida ao radialista Adilson Freddo, que também poder vista no canal do Youtube do PortalJJ.

SOBRE O CONVITE

"Jundiaí vem seguindo bons exemplos na área da primeira infância, no investimento do desenvolvimento da criança associado à natureza. Tudo isso fortalece para que tenhamos essa condição de ter Jundiaí representada num evento internacional como este, um evento importante, que reúne cabeças do mundo para discutir primeira infância. Foram 30 brasileiros convidados e estarmos junto desta delegação é um orgulho para mim e para toda a cidade."

RESULTADOS

"O resultado deste processo é a consolidação do que já estamos aplicando em Jundiaí, que é tida mundialmente como referência em cuidados de primeira infância, especialmente pelo método de desenvolvimento educacional que fortalece os anos iniciais de vida. Quando voltar, vou reiterar o compromisso com a primeira infância, com as políticas públicas que envolvem nossas crianças. Mas volto convencido de que o único modelo que temos no mundo para reduzir pobreza e a desigualdade é a educação. O governo americano investe o PIB [Produto Interno Bruto] do Brasil na educação. E, mesmo diante deste enorme investimento, somente 49% dos alunos acessam a universidade ou o emprego. Imagina no Brasil, onde o investimento não é tão sólido? O que vai transformar e reduzir a desigualdade é a capacidade de educar. O processo educacional não é a universidade. A base da formação de uma pessoa se dá nos anos iniciais de vida."

EDUCAÇÃO

"Estou convencido há muito tempo, e volto daqui mais convencido, de que um legado que um prefeito pode deixar está na educação. Tudo que é feito de positivo é importante. Mas mais estratégico para o desenvolvimento econômico é o investimento é nas crianças, de médio e longo prazo. São elas que vão transformar economicamente nosso país e encerrar o ciclo de pobreza."

IMERSÃO

"Eles fazem uma imersão dentro da faculdade, a gente fica hospedado ao lado da faculdade, as aulas vão de manhã até a tarde, para que a gente se concentre nisso. Como é bom respirar ares inovadores e científicos. A gente poder promover política pública com base em ciência. Vim a convite da universidade. Não há dinheiro público.

AGRADECIMENTO

"Gostaria de agradecer ao meu time, como o Marcelo Peroni [gestor de Cultura], a Vastí Ferrari Marques [gestora de Educação], o Tiago Texera [gestor da Saúde], o Gustavo Maryssael [gestor da Casa Civil], o José Antonio Parimoschi [gestor de Finanças], que é responsável para colocar os projetos do papel aplicados na prática. Ele é fundamental na articulação de política pública e tem sido um defensor, junto comigo, da primeira infância".

Veja a entrevista completa no Portal JJ, nosso canal no YouTube


Notícias relevantes: