Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Aglomerado vai lançar mais de 20 candidatos

Bárbara Nóbrega Mangieri | 12/08/2018 | 05:00

Pelo menos 21 políticos do Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ) vão disputar as eleições de outubro, segundo levantamento do JJ. Só em Jundiaí, serão 17 candidatos. O PP e o DEM ainda não tomaram uma decisão final e o número pode ser ainda maior se os diretórios de outras cidades da Região lançarem mais nomes. As legendas têm até o dia 15 de agosto para registrar candidaturas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A maior parte dos partidos vai lançar “dobradinhas” de chapa pura, como o partido Novo – que lança o advogado Edney Duarte Jr. como candidato a deputado federal e o empresário Rogério Souza a deputado estadual – e o PSDB, que lança o deputado federal Miguel Haddad à reeleição e o presidente da Câmara de Jundiaí, Gustavo Martinelli, como deputado estadual. O PSL também lança uma dobradinha de direita: a empresária Andrea Seixas e o Bispo Iraldo.

Na esquerda, a “dobradinha” fica por conta do PDT, que lança o ex-vereador jundiaiense Gerson Sartori como candidato a deputado federal e o ex-prefeito de Jundiaí, Pedro Bigardi, como deputado estadual. No PSOL, o advogado Glauco Gobbi disputa como deputado federal enquanto a professora Paloma Soares tenta uma vaga na Assembleia Legislativa de São Paulo.

A maioria dos partidos, porém, ainda está firmando as coligações para decidir se irá lançar “dobradinhas” entre legendas. O PTB, por exemplo, lançará apenas o vereador Marcelo Gastaldo como candidato a deputado federal. “Mas temos coligação com vários partidos, entre eles o PSB e o PPS, e estamos conversando sobre uma possível parceria”, diz.

Mulheres
O número de mulheres pré-candidatas também aumentou desde o último levantamento da reportagem. Agora, além da candidata a deputada federal Mariana Janeiro (PT) e as candidatas a deputada estadual Paloma (PSOL) e Andrea (PSL), o PROS também decidiu lançar uma “dobradinha” feminina: Thayrine Pereira, ligada ao movimento negro, e a enfermeira Luciana Mattos.

O MDB também vai lançar a única candidata da Região a um cargo majoritário: a ex-comandante do 11º Batalhão da Polícia Militar, Carla Basson, que compõe a chapa de Paulo Skaf como candidata a vice-governadora.

Eleitorado
Em abril, o JJ fez uma reportagem estimando a quantidade de votos necessários para se eleger um candidato a deputado. A conta é difícil, uma vez que o coeficiente eleitoral permite que candidatos pouco votados sejam eleitos. Os pré-candidatos entrevistados na ocasião, porém, estimaram que era possível ser eleito conquistando entre 60 mil e 80 mil votos.

O AUJ tem mais de meio milhão de eleitores aptos a votar entre suas sete cidades: são 517.827 eleitores. Considerando as estimativas dadas pelos pré-candidatos, o Aglomerado conseguiria eleger entre 14 e 18 deputados federais e estaduais somados. Com 308.201 eleitores, Jundiaí conseguiria eleger, sozinha, de seis a 10 representantes no Congresso Nacional e na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp).

É importante mencionar, contudo, que quanto maior o número de votos brancos e nulos ou de abstenções, menos votos um deputado precisará para se eleger. Como o descrédito na política é uma tendência que leva a um número cada vez maior de votos inválidos, os eleitores do AUJ provavelmente conseguiriam eleger um número ainda maior de representantes políticos.

Escanteio
Os diretórios locais do PV, PPS, PSD e PRB decidiram ficar de fora das eleições proporcionais este ano, o que não descarta o apoio desses partidos a outros candidatos da Região. A reportagem não conseguiu contato com o PHS, o PRP, o PTC e o PPL até o fechamento desta edição.

 

Foto: divulgação

Foto: divulgação


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/politica/aglomerado-vai-lancar-mais-de-20-candidatos/
Desenvolvido por CIJUN