Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Câmara aprova orçamento de R$ 2,5 bilhões para 2020

Angelo Augusto Santi | 18/12/2019 | 05:00

Aconteceu ontem (17) a última sessão do ano da Câmara de Jundiaí, com a pauta única de votação do projeto de lei que fixa o orçamento que estará disponível para o município no ano que vem. A lei foi aprovada por unanimidade – 17 votos – pelos vereadores, que consideraram positivo o valor apresentado pelo Poder Executivo. O Orçamento será de R$ 2,587 bilhões.

Ao apresentar o projeto, a prefeitura usou um tom contido de otimismo, mesmo tendo havido um aumento em relação ao orçamento deste ano. Quase metade de todo o orçamento – aproximadamente R$ 1,2 bi – será destinado apenas para Educação e Saúde, áreas que recebem investimentos superiores aos exigidos na Constituição. Os gastos com servidores deve chegar a 45% do valor total disponível ao município.

Quase todos os parlamentares usaram a tribuna e fizeram o uso da palavra para destacar quais as áreas que mais precisam de investimentos e melhorias no município. Houve um aumento em relação ao valor de 2019, que foi de R$ 2,37 bilhões.

Marcelo Gastaldo (PTB), presidente da comissão de finanças e orçamento da Câmara, lembrou que Jundiaí tem a 7ª economia do estado de São Paulo. “Saber utilizar esses recursos é o mais importante, pois eles são finitos. Saúde e educação são quase 50% e a saúde deveria receber mais recursos da União, pois é muito solicitada por toda a região. Somos referência, mas isso torna os serviços muito caros e o município às vezes não dá conta. Se hoje Jundiaí tem uma saúde financeira boa é porque há responsabilidade nos gastos públicos”, disse.

Leandro Palmarini (PV) frisou a necessidade de uma reformulação do pacto federativo, para que os municípios recebam mais verbas da União e possam dar melhor qualidade de vida para seus moradores. “São os municípios que estão mais próximos das pessoas e que podem melhorar a vida delas. O valor repassado pela União deve ser revisto, para que haja um aumento e, assim, possamos melhorar cada vez mais o serviço prestado à população. Hoje, os municípios precisam ir constantemente à Brasília para pedir verbas”, comentou.

Já o vereador Cristiano Lopes (PSD) disse que os números são impressionantes, mas só fazem sentido se os investimentos chegarem de forma satisfatória aos munícipes. “As áreas com a maior fatia são educação, segurança e saúde, e Jundiaí investe de forma ousada nessas áreas porque é o desejo da população. Nossos indicadores são favoráveis e somos referência na região. É a eficácia na gestão pública que traz esperança na construção de uma cidade melhor”, afirmou.

Presidente da comissão de saúde, Wagner Ligabó (Cidadania,) disse que o foco realmente precisa ser na Saúde e que o prometido está sendo cumprido. “20% do orçamento irá para a saúde, sendo que o obrigatório é 15%. Nosso serviço é um dos melhores do Brasil e será melhor ainda com a chegada verbas no Estado. O pagamento do Programa Santa Casa Sustentável, por exemplo, que ultrapassa os R$2 milhões de reais, deverá ser realizado no ano que vem”, completou.

As atividades da Câmara de Jundiaí voltam no dia 2 de janeiro, e as sessões na primeira terça-feira de fevereiro.


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/politica/camara-aprova-orcamento-de-r-25-bilhoes-para-2020/
Desenvolvido por CIJUN