Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Câmara vai debater a lei orçamentária e mais no Pela Ordem

Angelo Augusto Santi | 22/05/2020 | 07:00

Câmara vai debater a lei orçamentária 

Na próxima quinta-feira (28), acontecerá, na Câmara de Jundiaí, uma audiência para debater a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2021. A LDO é enviada aos vereadores em forma de projeto de lei, formulado pelo Executivo Municipal, para votação. Ela serve como um elo entre o Plano Plurianual (PPA) e a Lei Orçamentária Anual (LOA) e visa selecionar as prioridades e metas previstas no orçamento total do município.

Conscientização em Várzea 

Com o intuito de orientar a população sobre os perigos da covid-19, a Prefeitura de Várzea Paulista promoveu, na quarta-feira (20), uma ação nas ruas com informações sobre como se prevenir contra o coronavírus, além de distribuição gratuita de máscaras para os munícipes. A ação ocorreu em duas das principais avenidas da cidade.

Alesp rejeita lockdown em SP

A proposta de lockdown no estado de São Paulo publicada no Diário Oficial de ontem (21), de autoria do deputado Paulo Fiorilo (PT), foi formulada na última quarta-feira (20) e derrotada no mesmo dia em votação em congresso de comissões da Assembleia Legislativa. O texto viralizou nas redes sociais como se fosse proposta do governador João Doria (PSDB) a ser votada, mas sequer chegou ao plenário.

“Militares não darão golpe”

O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general da reserva Augusto Heleno, descartou a possibilidade de golpe, intervenção militar ou da instalação de uma ditadura no Brasil. “Os militares não vão dar golpe. Isso não passa na cabeça dessa nossa geração, que foi formada por aquela geração que viveu todos aqueles fatos, como estar contra o governo, fazer uma contrarrevolução em 1964”, afirmou.

Proibição do corte da luz 

Os deputados federais aprovaram na quinta-feira (21) o projeto de lei que proíbe o corte de luz, água e gás de clientes inadimplentes nos fins de semana e feriados e que obriga o consumidor a ser comunicado previamente sobre o desligamento do serviço. A obrigatoriedade de comunicação prévia, especialmente quando se fala de energia elétrica, era prevista por regulamentações administrativas.

Máscara com a pergunta “e daí?”

A deputada Bia Kicis (PSL-DF) apareceu, na quarta-feira (20), no plenário da Câmara, usando máscara de proteção com a inscrição “E daí?”. A pergunta virou o símbolo quando, no dia 28 de abril, o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou não ter o que fazer em relação ao recorde de mortes na pandemia do novo coronavírus. “Lamento. Quer que eu faça o quê? Eu sou Messias, mas não faço milagre”, completou.


Leia mais sobre | | | | |
Link original: https://www.jj.com.br/politica/camara-vai-debater-a-lei-orcamentaria-e-mais-no-pela-ordem/
Desenvolvido por CIJUN