Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Câmaras de Jundiaí e Várzea terão volta agitada

ANGELO AUGUSTO | 06/08/2019 | 05:01

Na noite deste terça-feira (6), as Câmaras Municipais de Jundiaí e Várzea Paulista irão voltar do recesso e retomar os trabalhos. Mesmo durante a pausa nas sessões, os vereadores continuaram trabalhando normalmente e, por isso, várias pautas e projetos serão discutidos.

No caso de Jundiaí, será votado o veto ao projeto de lei do vereador Gustavo Martinelli (PSDB), que assegura aos doadores de sangue e de medula óssea meia-entrada em determinados eventos. A lei é considerada inconstitucional pelo chefe do executivo municipal, o prefeito Luiz Fernando Machado (PSDB). A nível nacional, esse mesmo projeto já foi aprovado pela Comissão de Assuntos Sociais do Senado no último dia 10 de julho.

Segundo Martinelli, além de legal e constitucional, a lei é um incentivo à cultura, uma vez que aqueles que não tinham condição de frequentar o teatro ou o cinema, por exemplo, passarão a ter. “Quanto vale uma vida? Quanto vale o incentivo à vida? É uma via cruzada entre doadores, cultura e empresariado. Há o papel social junto ao incentivo à cultura” comenta.

Será votado também o Programa de Valorização do Animal de Estimação “Pet”, do vereador Cristiano Lopes (PSD). O projeto de lei tem a intenção de criar uma semana de conscientização em relação aos cuidados com os animais de estimação e abrangerá, dentre outras ações, a realização da “Semana do Pet”, com palestras, workshops, mutirões de castração e vacinação, distribuição de folhetos educativos, exibição de vídeo-aulas e atividades lúdicas diversas.

Várzea Paulista
Em Várzea Paulista, a sessão ordinária será marcada pela posse do advogado Eliseu Notário Alves (PRB), que assumirá a vaga de Silso das Neves como vereador. Pelo motivo da morte de Silso, que pegou todos de surpresa, a Câmara passou por um recesso de três dias na semana passada.

Eliseu conta que, mesmo com pouco tempo, irá procurar fazer o melhor trabalho possível. “Embora a circunstância em que estou assumindo não seja a que desejávamos, pretendo trabalhar da melhor forma, principalmente em prol do munícipe, com ênfase no social e na proteção da criança e do adolescente. O que aconteceu com o vereador Silso foi uma tragédia” relata.

Mas a sessão também contará com outras pautas. “Pode ser que entre um projeto de empréstimo de R$ 3 milhões, mas ainda não é certeza. A prefeitura nos deu uma resposta sobre a destinação dos valores e onde será gasto e a resposta está sendo analisada pelo nosso setor jurídico” conta o presidente da Câmara Municipal Gabriel Zafani (PSC).


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/politica/camaras-de-jundiai-e-varzea-terao-volta-agitada/
Desenvolvido por CIJUN