Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Com projeto aprovado, empresas poderão ajudar escolas em troca de propaganda

BÁRBARA NÓBREGA MANGIERI | 28/11/2018 | 05:05

Com a aprovação do programa “Escola Amiga da Educação” na noite desta terça (27), durante a sessão ordinária da Câmara de Jundiaí, os empresários da cidade poderão realizar pequenas reformas de manutenção, conservação e ampliação em escolas da rede pública municipal em troca de espaço para divulgar sua marca no prédio local.
O autor do PL 178, que institui o programa, vereador Roberto Conde (PRB), afirmou que a proposta vai atrair muitos colaboradores. “Muitas empresas querem ajudar, mas se sentem presas, pois não existe mecanismo legal que oficialize a contribuição. O empresário de sucesso que tem cabeça aberta com certeza participará do programa”, disse.
A propositura foi elogiada pelos colegas. “Isso deveria ser uma lei federal, você deveria levar o projeto para Brasília e ver se algum deputado abraça a ideia”, sugeriu Antonio Carlos Albino (PRB). Conde era autor de outros dois projetos em pauta. O PL 12.477, que pretendia incluir o Dia do Obreiro Universal no calendário municipal, foi adiado para a sessão do dia 18 de junho de 2019, e o PL 12.159, que previa anexação de débitos tributários nos carnês do IPTU, foi retirado.
Wagner Ligabó (PPS) também retirou seu PL 12.594, que pretendia exigir que os cardápios informassem se os alimentos vendidos nos restaurantes continham glúten, lactose e outras informações nutricionais.
“Surgiu um boato que iam pressionar os vereadores a rejeitar o projeto, então procurei alguns representantes de bares e restaurantes para conversar. Eles disseram que precisariam contratar nutricionistas para avaliar os pratos, principalmente em restaurantes com bufês por quilo, e que não poderiam arcar com o custo”, justificou o parlamentar. “Ficou parecendo que eu estava criando um obstáculos para os comerciantes da cidade, mas não é o caso. Todo projeto que apresento tem o intuito de contribuir para a melhoria da população e da cidade”, afirmou.

Tribuna Livre
Os parlamentares foram duramente criticados por Felipe Pinheiro, que usou o espaço dedicado à participação cidadã. No momento de sua fala, no início da sessão, apenas três parlamentares se encontravam no plenário. “Três cidadãos subiram nesta Tribuna para falar de temas importantes e vemos o descaso da maioria. Esta Casa sempre me surpreende negativamente”, afirmou sob aplausos do plenário, que também estava relativamente vazio.
Albino, que estava momentaneamente na presidência, justificou a ausência de seus colegas. “Estamos realizando neste momento uma reunião com representantes da CPFL para tratar das constantes quedas de energia na cidade”, afirmou.

SESSAO DA CAMARA GUSTAVO MARTINELI

SESSAO DA CAMARA
GUSTAVO MARTINELI


Link original: https://www.jj.com.br/politica/com-projeto-aprovado-empresas-poderao-ajudar-escolas-em-troca-de-propaganda/
Desenvolvido por CIJUN