Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Confira os destaques da política desta quarta-feira (08)

| 08/10/2014 | 00:01

Homenagem – As gestantes homenageadas, ontem à noite, na Câmara de Jundiaí, receberam flores das bancadas dos partidos. Foram convidados à mesa, padres e pastores de diferentes igrejas de Jundiaí. Enquanto a sessão foi suspensa, eles discursaram sobre o respeito à vida, contrários ao aborto. Marcelo Gastaldo (PTB) lembrou que o Dia do Nascituro é celebrado na Casa desde 2008. Vereadores contrários ao discurso se retiraram e não viram o debate.

Em campanha 1 – Além dos tucanos que declararam ações para a campanha de Aécio Neves (PSDB) na Região, o presidente da Câmara, Gerson Sartori (PT), também fará campanha pela reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). “Embora muito do que perdi foi por ser do PT (nessas eleições), por confiar e acreditar neste programa e não querer que ele pare, farei a campanha e defendo a eleição de Dilma”, afirmou.

Em campanha 2 – Gerson Sartori (PT) participará de uma grande plenária do PT nesta 5ª feira para definir estratégias. “Vamos organizar a campanha no estado todo.” O vereador Paulo Sérgio Martins (PPS), cujo partido apoiou Marina Silva (PSB) no 1º turno, agora, fará campanha por Aécio Neves (PSDB) na Região. “O partido já declarou oficialmente esse apoio.” Gustavo Martinelli (PSDB) e Tico (PSDB) também atuarão pelo candidato mineiro. 

Análise de votos – Além de Gerson Sartori (PT) e Paulo Malerba (PT), os vereadores Leandro Palmarini (PV) e Antonio de Pádua Pacheco (PSB) também participaram do pleito nessas eleições. Ambos agradecem os votos que receberam – 17.145 e 23.094 respectivamente. “Por ser a primeira vez a federal, foi excelente”, disse Palmarini. “Fiquei bastante surpreso com a minha votação expressiva e acho que foi positiva a eleição dos três nomes locais”, avaliou ainda Pacheco.   

Vetos e nomes – Ainda, ontem, na Câmara de Jundiaí, vereadores mantiveram dois vetos do prefeito Pedro Bigardi (PCdoB) a projetos já aprovados na Casa. Um deles, aliás, previa o controle sobre desperdício de água. “Isso só cabe ao Executivo que, com todo respeito, não estimulou o consumo consciente”, argumentou o autor do texto, Zé Dias (PDT). O projeto de lei para inclusão do Dia da Leitura no Calendário Municipal de Eventos foi adiado para o dia 21. 

Aloizio, de licença – O ministro Aloizio Mercadante (PT) vai se licenciar do governo para reforçar a coordenação de campanha de Dilma Rousseff. A informação foi dada pela presidente em reunião com governadores eleitos e apoiadores da candidatura petista. Mercadante já atuava como coordenador da campanha informal, fora do expediente. Agora, passará a ocupar oficialmente a coordenação junto a outros ministros licenciados. 


Link original: https://www.jj.com.br/politica/confira-os-destaques-da-politica-desta-quarta-feira-08/

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido por CIJUN