Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Crise da água não abala Alckmin, que deve ser reeleito

| 04/10/2014 | 23:02

Às vésperas do início da campanha à reeleição, quando ainda traçava os planos para sua terceira batalha pelo comando do governo paulista, Geraldo Alckmin (PSDB) previa uma disputa dura até o final do segundo turno.
Sob uma gestão fustigada pela crises da água e do cartel dos trens, o tucano entrou no processo eleitoral com a certeza de que estava diante da eleição mais difícil que já enfrentou em São Paulo.

A aposta era de que, influenciada pelos protestos de junho, a disputa deste ano fosse a da renovação política, o que contrastava com a defesa dos quase 20 anos do PSDB à frente do governo estadual. O cenário, portanto, parecia menos favorável que o de 2010, quando o tucano venceu no primeiro turno com uma vantagem apertada.

As previsões esboçadas pelo governador, no entanto, não se concretizaram. Segundo as últimas pesquisas Datafolha, ele deverá ser reeleito, em primeiro turno, com 59% da intenção dos votos. Se confirmado o resultado nas urnas, será o governador eleito com o melhor desempenho em São Paulo desde a redemocratização do País.

Em três meses, ataques e críticas ao tucano não derreteram sua intenção de voto. Em setembro, a exploração pelos adversários de notícia de que uma de suas principais bandeiras eleitorais, o Detecta, foi maquiado na propaganda na TV causou preocupação à cúpula tucana.

Serra lidera para senador – O candidato a senador José Serra (PSDB) aparece com 39% das intenções de voto para o Senado por São Paulo, aponta pesquisa do Instituto Datafolha. O senador Eduardo Suplicy (PT), candidato à reeleição, vem em seguida, com 33%. O ex-prefeito da capital paulista Gilberto Kassab (PSD) está em terceiro, com 8%. Marlene Campos Machado (PTB) aparece com 2%. A candidata do PSTU, Ana Luiza, tem 1%, assim como Fernando Lucas (PRP). Kaka Wera (PV), Edmilson Costa (PCB).


Link original: https://www.jj.com.br/politica/crise-da-agua-nao-abala-alckmin-que-deve-ser-reeleito/
Desenvolvido por CIJUN