Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Deltan não vai à audiência na câmara; Confira outros destaques no Pela Ordem

ARIADNE GATTOLINI | 09/07/2019 | 07:00

Acordo fica mais difícil com desmatamento: O embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, afirmou que a ratificação do acordo do Mercosul com a União Europeia será mais difícil se o desmatamento no Brasil aumentar. Citando a importância que o tema ambiental tem em partidos políticos e na sociedade civil europeia, Witschel disse que “uma subida no desmatamento será um argumento para que parte da nossa sociedade civil organizada tente bloquear a entrada em vigor do acordo.”

Empreiteiro desmaia durante depoimento: O empreiteiro Cesar Mata Pires Filho, herdeiro do grupo empresarial baiano OAS, passou mal em depoimento, nesta segunda-feira (8), para a Justiça Federal do Paraná. Ele estava depondo quando caiu com o rosto na mesa, desacordado. Ele foi levado de ambulância a um hospital, em Curitiba. Ele é um dos alvos da Lava Jato.

Deltan não vai à audiência na câmara: O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato de Curitiba, enviou ofício à Câmara nesta segunda (8) no qual avisa que não irá comparecer à audiência para a qual foi convidado na Comissão de Direitos Humanos. O encontro estava marcado para esta terça (9), às 14h. A solicitação de presença no colegiado foi feita pelo deputado Rogério Correa (PT-MG), após o The Intercept Brasil começar a publicar mensagens trocadas entre Deltan e Moro.

Cade condena oito empresas: O Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) condenou nesta segunda-feira (8) Alstom, Bombardier e CAF e outras oito empresas por formação de cartel e superfaturamento nas obras do metrô de São Paulo. Elas foram proibidas de contratar com a administração pública e terão de pagar mais de R$ 500 milhões em multas. Neste processo, 16 empresas e mais de uma centena de funcionários foram investigados.

Ministros vão se afastar para votar: Ministros do governo Jair Bolsonaro devem deixar os cargos temporariamente para votar a favor da reforma da Previdência, que começa a ser analisada pela Câmara nesta semana. A previsão é que Onyx Lorenzoni (Casa Civil), Tereza Cristina (Agricultura) e Marcelo Álvaro Antônio (Turismo) retornem à Câmara até quarta (10). Em outubro de 2018, eles foram eleitos e assumiram o mandato de deputados, mas se licenciaram para ocupar os respectivos ministérios.

Turismo é incentivado em SP: A secretaria estadual de Turismo de São Paulo liberou no primeiro semestre deste ano R$ 70,5 milhões para 97 cidades com o objetivo de executar obras para infraestrutura e, dessa forma, aumentar do fluxo de visitantes. A liberação foi assegurada por meio de convênios. Para as estâncias, houve 186 repasses, no total de R$ 63 milhões. A diferença de R$ 7,5 milhões foi aplicada em 69 repasses para os Municípios de Interesse Turístico (MITs).


Leia mais sobre
Link original: https://www.jj.com.br/politica/deltan-nao-vai-a-audiencia-na-camara-confira-outros-destaques-no-pela-ordem/
Desenvolvido por CIJUN