Política

Eduardo Bolsonaro é intimado em processo de Lula e herdeiros de Marisa Letícia

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi intimado a apresentar sua defesa em ação na qual é processado pelos herdeiros da ex-primeira dama Marisa Letícia Lula da Silva. O prazo para a apresentação de sua contestação é de 15 dias. A família de Lula (PT) processa o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) após publicação nas redes sociais na qual Eduardo afirmava que Marisa Letícia possuía um patrimônio de R$ 256 milhões —quando, segundo a defesa dos herdeiros, o valor verdadeiro é de R$ 26 mil. A ação também processa a secretária especial de Cultura, Regina Duarte, que compartilhou as afirmações. A confusão sobre valores surgiu depois que o juiz confundiu valores que Marisa tinha aplicados em CDBs com os de debêntures de outra natureza. Ele questionou a defesa e, antes mesmo do esclarecimento, as redes bolsonaristas passaram a divulgar o valor errado. Segunda nota publicada no site oficial do ex-presidente Lula, os herdeiros de Marisa Letícia pedem reparação de R$ 131.408,70 "de cada um dos propagadores de fake news". Não há intenção de acordo por parte da família. "O valor equivale a cinco vezes o que dona Marisa realmente tinha em CDBs [títulos de investimento] e duas mil vezes menos do que o valor falsamente divulgado por Regina Duarte e Eduardo Bolsonaro", diz a nota. A ação também pede que deputado e secretária publiquem em suas redes sociais o valor correto do investimento da ex-primeira dama.

Notícias relevantes: