Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Eles são base eleitoral da Câmara

| 01/06/2014 | 00:30

Se o preconceito ainda existe, por outro lado bairros considerados mais carentes têm voz na política ou, ao menos, votaram nas urnas para isso. Além de representantes religiosos, a Câmara de Jundiaí tem, hoje, políticos eleitos, em 2012, sobretudo, pelos bairros onde moram.

“Vamos fazer um show independente para valorizar os artistas locais”, diz o vereador do Jardim Tamoio, Márcio Cabeleireiro (PR), sobre o evento de hoje no bairro. No plenário, é comum o vereador defender interesses daquela região. Zé Adair (PHS), também eleito por boa parte do Tamoio e Vila Nambi, acredita que o vereador deve brigar contra o preconceito.

“O que precisamos é de moradia digna. A Vila Rui Barbosa já foi um favelão e hoje está transformada. Enquanto tiver o nome de favela, o preconceito vai existir”, diz. Zé Dias (PDT), eleito e reeleito pelo Jardim São Camilo, diz que faz currículos para moradores do bairro. “Eles pedem para colocar que moram na Vila Aparecida.” De Ivoturucaia, Rogério Silva (PHS), conta que o mandato ajuda na visibilidade para o bairro. “Hoje, o bairro está na mídia, nos jornais. Recebemos o prefeito e tivemos melhorias. O preconceito vai diminuir.”


Link original: https://www.jj.com.br/politica/eles-sao-base-eleitoral-da-camara/
Desenvolvido por CIJUN