Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Estado libera empreendimento privado de grande impacto na Região

ARIADNE GATTOLINI | 08/07/2020 | 11:00

Resoluções do governo do estado, publicadas na última semana, irão modificar o cenário logístico da Região de Jundiaí, assim como no restante do Interior. Através de empreendimentos privados, o impacto para a área de transportes e logística na Região de Jundiaí será imenso. Além de regulamentar a construção de entrepostos de abastecimento alimentar nas rodovias, o governo acena com a possibilidade da construção da tão esperada linha ferroviária entre Campinas e Jundiaí.

Em entrevista exclusiva ao Jornal de Jundiaí, o secretário de Transportes e Logística do Estado, João Octaviano Machado Neto, afirmou que um acordo com a MRS Logística está em análise na União. Desta forma, uma renovação antecipada poderia garantir o trecho entre Jundiaí e Campinas, em detrimento ao trecho do Ferroanel Norte. “Estamos propondo uma troca. Se a União concordar, o Trem Intercidades será uma realidade próxima.”

As construções de entrepostos nas rodovias Bandeirantes e Anhanguera também serão fomentadores de empregos e de movimentação da economia. “O governo do estado garantiu a regulamentação. Cabe à iniciativa privada o investimento para novos entrepostos em todo o estado.” Segundo o secretário, o atual Ceagesp deverá ser desativado. A ideia do governador João Doria é criar um Centro Tecnológico no local, nomeado de Vale do Silício Urbano.

BRASIL COMPETITIVO

A secretaria estadual participa e fomenta o grupo Brasil Competitivo. Dentre os objetivos, a facilitação para obras privadas para ampliar a infraestrutura ferro-hidro-rodoviária para o escoamento da produção do agronegócio no Norte e Oeste do Estado. “Temos investimentos privados de R$ 10 bilhões na região de Pederneiras e Bauru. Estes produtos precisam ser escoados e a nossa missão é ampliar a integração modal de transportes para diminuir custos de produção, assim como atender todo o agronegócio paulista.”

Com a crise da pandemia, os atores privados ainda estão em suspense. Entretanto, o governo estadual quer ampliar concessões de rodovias, incluindo rodovias vicinais. “Por enquanto, os investidores aguardam melhores momentos, mas a infraestrutura paulista pode ser o grande diferencial no enfrentamento da crise, com geração de empregos e negócios.” Enquanto os atores privados estão retraídos, o governo estadual aguarda aprovação de R$ 2,5 bilhões de empréstimos, já em tramitação, para a melhoria das estradas vicinais em todo o estado.


Link original: https://www.jj.com.br/politica/estado-libera-empreendimento-privado-de-grande-impacto-na-regiao/
Desenvolvido por CIJUN