Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Fim do recesso da Câmara de Jundiaí e mais no Pela Ordem

Angelo Augusto Santi | 01/08/2020 | 07:42

Fim do recesso da Câmara de Jundiaí 

O recesso parlamentar da Câmara de Jundiaí terminou ontem (31), e na próxima terça-feira, dia 4, as sessões ordinárias voltam a acontecer no plenário da Casa, às 9h. Antes realizadas no período noturno, as sessões tiveram seu horário alterado para as 9h até o final da pandemia do novo coronavírus, como uma maneira de economizar recursos com horas extras e contribuir com a gestão financeira do município.

Produtores rurais são vacinados 

Uma ação no Entreposto Central de Abastecimento de Jundiaí (ECAJ), mais conhecido como ‘Ceasa’ de Jundiaí, vacinou na manhã de ontem (31), 355 pessoas, entre produtores rurais, comerciantes e consumidores. Foram aplicadas vacinas contra a gripe H1N1 (Influenza) e fornecidas orientações sobre prevenção do coronavírus.

Aras confronta subprocuradores 

O procurador-geral da República, Augusto Aras, e o subprocurador Nicolao Dino discutiram ontem (31), no início da reunião do Conselho Superior do Ministério Público. Ao ter sua postura criticada, Aras não deu a palavra a Dino durante a discussão do orçamento para 2021, principal pauta do encontro, e disse que não aceitaria aceitaria nenhum tipo de “ato político” durante uma sessão de orçamento.

Banco Mundial aprova Weintraub 

O Banco Mundial divulgou um comunicado no qual informa que o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, foi aprovado como diretor-executivo do conselho da instituição. Weintraub deixou o MEC em junho, em meio a uma série de polêmicas. A indicação, contudo, precisava ser confirmada pelos demais integrantes do conselho do qual Weintraub será diretor-executivo. O banco tem sede em Washington (EUA).

Lava jato pede apoio à PGR 

A força-tarefa Lava Jato do Ministério Público Federal em São Paulo encaminhou ontem (31) ofício à Procuradoria-Geral da República (PGR) pedindo apoio para que as investigações sobre o senador José Serra (PSDB) sejam retomadas. No ofício, o Ministério Público Federal (MPF) diz entender como “indevida” a suspensão do processo. Serra foi denunciado por recebimento de valores indevidos pela Odebrecht.

“Faltou humildade” ao ministro Moraes

Para o jurista Gilson Dipp, ex-vice presidente do Superior Tribunal de Justiça, “faltou humildade” ao ministro Alexandre de Moraes, do STF, ao determinar que o Facebook e o Twitter bloqueassem em servidores fora do Brasil perfis acusados de divulgação de fake news. “No Brasil, existe o Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Internacional, do Ministério da Justiça. A ordem de Moraes deveria ter sido encaminhada por lá”, disse.


Leia mais sobre | | | | |
Angelo Augusto Santi
Link original: https://www.jj.com.br/politica/fim-do-recesso-da-camara-de-jundiai-e-mais-no-pela-ordem/
Desenvolvido por CIJUN