Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Horas de voo são avaliadas

| 14/08/2014 | 21:34

A Aeronáutica vai investigar se os dois pilotos do jato Citation voaram mais horas seguidas nas últimas semanas do que a lei permite. Este é um procedimento de rotina da Aeronáutica.

Também apurarão se ambos estavam sob fadiga, ainda segundo a Aeronáutica, e se isso contribuiu para o acidente de quarta-feira (14), no qual o candidato do PSB à presidência Eduardo Campos e mais pessoas morreram.

A legislação determina que os pilotos devam ter jornada de até 11 horas, para uma tripulação formada por duas pessoas, como era o caso. Para tal, a Aeronáutica pedirá os registros que mostram em que aeroportos o avião passou, quantos voos fez e quanto cada piloto voou.

Nesta quarta, a imprensa revelou que o comandante Marcos Martins, 42, tinha reclamado de cansaço, em uma rede social, em razão das jornadas com o candidato à presidência Eduardo Campos.

Também está sob apuração da Aeronáutica a condição do avião no momento da queda –e se houve falha mecânica ou humana que ajudaram a desencadear a tragédia. As investigações correm sob sigilo. 


Link original: https://www.jj.com.br/politica/horas-de-voo-sao-avaliadas/
Desenvolvido por CIJUN