Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Jundiaí se destaca por 100% de uso de GPS em ônibus

DA REDAÇÃO | 06/10/2019 | 08:00

Apenas 14% dos ônibus urbanos brasileiros têm GPS, segundo a terceira edição da pesquisa TIC (Tecnologias de Informação e Comunicação) Governo Eletrônico, conduzida pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br). Na contramão da pesquisa, a frota de ônibus de Jundiaí está 100% equipada com o sistema de localização, o que permite o acompanhamento dos 314 veículos em circulação pela cidade.

O levantamento TIC Governo Eletrônico investiga o uso das tecnologias de informação e comunicação em dois perfis de organizações: órgãos públicos federais e estaduais de todos os poderes (Executivo, Legislativo, Judiciário), Ministério Público e prefeituras. Em 2017, foram entrevistados, por telefone, 624 órgãos públicos federais e estaduais e 1.062 prefeituras brasileiras.

De acordo com a Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte, o GPS nos ônibus de Jundiaí permite aos passageiros acompanhar, através de aplicativos, como o CittaMobi, a localização dos veículos que desejam utilizar e o tempo de aproximação do ponto. Ao mesmo tempo, as empresas de ônibus e os órgãos gestores podem monitorar pela internet toda a operação.

“A pessoa pode fazer a pesquisa antes de sair do lugar onde estiver e só se dirigir ao ponto de parada no momento que o ônibus for passar. Isso traz comodidade e economia de tempo, além de minimizar o tempo de espera”, explica o gestor Mobilidade e Transporte, Silvestre Ribeiro.

Outra vantagem importante gerada pela instalação do GPS nos ônibus é a possibilidade de verificar o andamento do serviço quando há reclamação de um usuário. “Se um passageiro ligar no 156 e informar que o ônibus de uma determinada linha passou atrasado ou não parou em um ponto, com as informações passadas pelo reclamante conseguimos verificar no CSO se a queixa procede e, em caso afirmativo, tomar as providências junto à empresa para solucionar o problema”, acrescenta Silvestre.

Tecnologia
O investimento em tecnologia embarcada contempla as ações do programa Mobilidade Total, para dar mais segurança e conforto aos passageiros. Segundo a UGMT, os dispositivos permitem saber desde a localização do coletivo, em tempo real, como é o caso do GPS, até a captação de imagens do que acontece dentro dos ônibus.

Passageiros que utilizam o sistema de transporte público de Jundiaí também podem pagar a passagem com cartão de crédito, débito ou pré-pago que disponham da tecnologia contactless (de aproximação), disponível em toda a frota desde 2017. O município é o primeiro da América Latina a oferecer essa alternativa de pagamento aos usuários de ônibus, implementada em parceria com a Autopass sem custos para a Prefeitura. No mundo todo, apenas Londres conta com o sistema.

Também está em fase de estudo ampliar as formas de aquisição do direito de viagem através de aplicativo no celular, gerando um QRCode, cuja tecnologia de leitura está em fase final de instalação nos ônibus, pois nos terminais já funcionam, além de implantação de equipamentos de autoatendimento em locais estratégicos.

Além disso,   50 ônibus contam com tomadas UBS em vários pontos para carregamento e cada um dos ônibus conta com quatro câmeras de vigilância, que possibilitam identificar condutas inapropriadas não só de passageiros, mas também dos profissionais que trabalham nos ônibus. Tudo isso reflete diretamente em um serviço mais eficiente, mais seguro e pontual.


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/politica/jundiai-se-destaca-por-100-de-uso-de-gps-em-onibus/
Desenvolvido por CIJUN