Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Maioria dos candidatos promete primeira ação em saúde

| 01/10/2014 | 20:32

Ainda que a disputa seja acirrada entre tantos nomes de Jundiaí candidatos a deputado, os adversários locais mantêm boa expectativa até o dia de votação (domingo) e prometem que, se eleitos, darão agilidade às principais bandeiras de suas campanhas. Consultados pela reportagem, eles disseram quais ações priorizariam se, de fato, forem eleitos para 2015. A cobrança por melhorias em saúde apareceu como pleito comum entre todos.

Deputado federal e candidato a estadual, Luiz Fernando Machado (PSDB) divide prioridades com seus concorrentes Paulo Malerba (PT), Junior Aprillanti (PCdoB) e Antonio de Pádua Pacheco (PSB) que também correm por uma vaga na Assembleia Legislativa. “No meu primeiro dia como deputado, irei à Secretaria do Estado de Saúde para buscar 100% de atendimento no Hospital Regional. Hoje, ele funciona com capacidade abaixo do que pode fazer.”

O tucano ainda diz que atuará pelas obras da alça de acesso da avenida Jundiaí, com início prometido pelo governador para dezembro deste ano. “Vou cobrar que se concretize o projeto das alças deixado pela nossa gestão, eu vice do Miguel.”

Ex-secretário de Obras, Aprillanti também diz que cobrará as alças, projeto do qual fez parte. “Vou pra cima do Hospital Regional e transposições das alças de acesso. São coisas que estão na minha lista de trabalho. O hospital foi inaugurado a portas fechadas”, afirma.

Vereador, Malerba foca na necessidade de investimentos em saúde pública. “Quero começar um movimento de cobrança do Estado para financiamento da saúde dos municípios, já que hoje o governo estadual não repassa nada.” O petista ainda afirma que pedirá o funcionamento pleno e imediato do Hospital Regional.

“A população nos procura e a gente não sabe responder. Não conseguimos explicar por que o Hospital Regional está vazio e o São Vicente lotado”, diz também Pacheco.  “Minha primeira ação será cobrar do Estado como irá funcionar o hospital com base no que vemos hoje. Se continuar assim, terei que questionar”, adianta.

Candidato a estadual, Enivaldo Ramos de Freitas, o Val (PSC), espera emplacar um projeto de lei que proíba a instalação de radares escondidos no Estado. “Verei se juridicamente é da minha alçada, mas quero lutar contra essa forma equivocada de educação no trânsito.” Ele também espera ouvir comércio, empresários da cidade e fortalecer a polícia ambiental.

Candidatos a federal – Ex-prefeito de Jundiaí e candidato a federal, Miguel Haddad (PSDB) diz que atuará pelas prioridades já listadas em seu programa que visam o desenvolvimento econômico. Ele espera diminuir o déficit habitacional por meio de parcerias público e privadas e da urbanização de favelas. “Na saúde, pretendo fazer uma verdadeira cruzada para o aumento do repasse ao SUS. Na segurança, quero acabar com a impunidade e a reincidência criminal.”

Presidente da Câmara de Jundiaí e também candidato a federal, Gerson Sartori (PT) diz que deve articular pra fazer valer projetos já existentes que estão na gaveta. “Minha primeira ação será conversar com as prefeituras do Aglomerado Urbano de Jundiaí e definir as prioridades. É bobagem apresentar projeto de forma isolada.”

Roberto Leme (PSC), que também disputa vaga na Câmara, defenderá a redução da jornada de trabalho e o fim do fator previdenciário. “Redução para 40 horas sem diminuir o salário. Vou defender também projeto meu para redução a 6 horas na jornada de varredores.”

O vereador Leandro Palmarini (PV) foca em sua causa. “Vou tentar verba para o hospital público animal, obras de mobilidade e aumento do efetivo da Guarda Municipal”, afirma.


Link original: https://www.jj.com.br/politica/maioria-dos-candidatos-promete-primeira-acao-em-saude/
Desenvolvido por CIJUN