Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Márcio Cabeleireiro no PP e mais no Pela Ordem

Angelo Augusto Santi | 31/03/2020 | 07:37

Márcio Cabeleireiro no PP

Aproveitando o final do período da janela de transferência partidária, o vereador Márcio Pentecostes de Sousa, o Márcio Cabeleireiro, enviou o seu pedido de desfiliação ao MDB e anunciou que irá concorrer à reeleição pelo PP. “Junto com o preseidente Edilson Chrispim <CW-31>pretendemos sair com uma chapa forte para o Legislativo”, comentou. Para o Executivo, PP deverá apoiar a reeleição de Luiz Fernando Machado (PSDB).

ISS é prorrogado em Jundiaí

A Prefeitura de Jundiaí determinou a prorrogação do ISS cobrado dos optantes do Simples Nacional. A medida irá beneficiar cerca de 40 mil micros e pequenas empresas dos setores da indústria, comércio e serviços. Os pagamentos previstos nos meses de abril, maio e junho serão postergados, sem multa e sem juros, para outubro, novembro e dezembro.

Novo balanço será feito no dia 5

O gestor de governo e finanças da Prefeitura de Jundiaí, José Antonio Parimoschi, concedeu entrevista na tarde de ontem (30) onde reforçou o pedido para que as pessoas respeitem o isolamento e disse que um novo balanço será realizado no próximo dia 5 (domingo) para definir se os comércios não essenciais poderão voltar a funcionar a partir do dia 8. “Esta semana será fundamental”, afirmou.

Radares suspensos em Jundiaí  

A Prefeitura de Jundiaí suspendeu na segunda-feira (30) o contrato para instalação e funcionamento dos radares da cidade. A decisão foi tomada após a assinatura do Decreto de Calamidade Pública, que incluiu várias medidas para reduzir o risco de contaminação dos moradores de Jundiaí pelo novo coronavírus (covid-19), entre elas o isolamento social. Seriam instalados 58 equipamentos até maio.

Descumprimento da LDO é autorizado

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes autorizou que o governo federal descumpra regras previstas na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para realizar fatos não previstos com ações de combate ao coronavírus.Moraes atendeu pedido feito na noite de quinta-feira (26) pela Advocacia Geral da União, que queria a flexibilização das leis.

Déficit projetado chega a R$ 400 mi

O Relatório do Tesouro Nacional (RTN) de fevereiro, divulgado na segunda-feira (30), projeta um déficit primário do setor público próximo a R$ 400 bilhões neste ano, o equivalente a 5% do Produto Interno Bruto (PIB), mas apenas em parte devido aos efeitos no país da pandemia do novo coronavírus. Em 2019, antes do pagamento dos juros da dívida pública, as despesas superaram as receitas em R$ 61 bilhões (0,9% do PIB).


Leia mais sobre
Link original: https://www.jj.com.br/politica/marcio-cabeleireiro-no-pp-e-mais-no-pela-ordem/
Desenvolvido por CIJUN