Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Mesários garantem pleito nos 92 pontos

| 04/10/2014 | 00:00

Nesta eleição, cerca de 4,6 mil mesários vão trabalhar para a execução do procedimento eleitoral nos 92 pontos de votação de Jundiaí. Convocado pela Justiça Eleitoral para exercer o cargo pela segunda vez, André Luiz Dutra Ferreira dos Reis, 20, vai assumir o comando da sua seção eleitoral. “Fiquei surpreso, não imaginei que seria tão rápida minha ascensão como mesário”, diz ele, que na eleição passada atuou como 2º mesário e secretário da seção.

Desta vez, como o cargo exige um comprometimento maior, André passou por um rápido curso de preparação, fornecido pela 424ª Zona Eleitoral de Jundiaí, divisão responsável pelo seu título eleitoral. “Os técnicos explicaram as funções da atividade e o funcionamento da urna eletrônica”, revela. Além disso, André levou para casa o Manual do Mesário, que poderá ser utilizado hoje, em caso de dúvidas.

Debutando na eleição, Mariana Pires Mota, 18, foi convocada para ser mesária. “Não imaginei que fossem me chamar para trabalhar na minha primeira eleição, pensava que isso acontecia com pessoas mais velhas”, diz a estudante de cursinho universitário. A nova função estimulou a jovem a pesquisar mais sobre as atividades do mesário. “Enxergo essa oportunidade como uma maneira de exercer minha cidadania.”

Compromisso – A legislação eleitoral prevê multa que pode chegar a cerca de R$ 350,00, por turno, para o mesário que não comparecer nem justificar ausência aos trabalhos eleitorais. Para aquele que abandonar os serviços durante a votação, a multa pode ser aplicada em dobro.

Em todo o Estado de São Paulo foram nomeados mais de 500 mil mesários, sendo 135 mil para a capital. Entre as vantagens para quem atua como mesário está o direito a dois dias de folga em seu emprego, público ou privado, para cada dia trabalhado para a Justiça Eleitoral.


Link original: https://www.jj.com.br/politica/mesarios-garantem-pleito-nos-92-pontos/
Desenvolvido por CIJUN