Política

Miguel Haddad se pronuncia sobre o coronavírus e mais no Pela Ordem


Miguel Haddad se pronuncia O deputado federal Miguel Haddad (PSDB) fez um pronunciamento através de suas redes sociais sobre o novo coronavírus. Ele elogiou países que tomaram medidas rápidas contra sua propagação, como a Coreia do Sul, e disse que não podemos seguir o mesmo caminho do Itália, que demorou a agir. “Precisamos aprender a lição e impedir que o vírus se propague, seguindo à risca as determinações dos agentes de saúde.” Pedro Bigardi deixará o PDT O ex-prefeito de Jundiaí, Pedro Bigardi, enviou o pedido para sua desfiliação do PDT. O comunicado foi feito na manhã de ontem (17) pelo presidente municipal do partido, Gerson Sartori. Bigardi era um dos cotados da legenda para as eleições a prefeito de outubro, e assim o PDT segue sem anunciar um candidato ao Executivo. Maia defende fechar fronteiras “O governo brasileiro deveria seguir os melhores exemplos no mundo e fechar fronteiras, restringindo ainda voos internacionais e a circulação de pessoas”, defendeu na terça (17) o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Maia fez as declarações após deixar uma reunião de líderes partidários para discutir como a Câmara vai implantar o sistema de votação remota para manter o Congresso funcionando em meio à crise. Bolsonaro fará festa de aniversário  O presidente Jair Bolsonaro voltou a afirmar, ontem (17), que existe uma "histeria" em relação à crise do coronavírus e disse que fará uma "festinha tradicional" para celebrar seus 65 anos. O presidente faz aniversário neste sábado (21). Especialistas em saúde recomendam evitar aglomerações e reduzir o contato social para fazer frente à crise sanitária. “A vida continua, não tem que ter histeria”, afirmou. Assembleia de SP suspende sessões  A Assembleia Legislativa de São Paulo vai suspender, a partir de segunda-feira (23), as sessões de votação no plenário em meio à pandemia de coronavírus. A medida foi tomada pela Mesa Diretora da Casa ontem (17) e vale por tempo indeterminado. Estão suspensos desde já eventos e visitação pública da Assembleia. As atividades administrativas não serão interrompidas, mas terão acesso reduzido a servidores. Ajudar pessoas a voltar para casa Os chefes de Estado e representantes de países sul-americanos anunciaram ontem (17) a intenção de criar medidas conjuntas para facilitar o retorno de cidadãos da região aos países que nasceram ou residem. Os líderes também disseram que pretendem buscar meios de evitar que a restrição de circulação de pessoas tenha impacto negativo sobre a circulação de bens, especialmente materiais de saúde.

Notícias relevantes: