Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Obrigatoriedade de microchip em animais para adoção e mais no Pela Ordem

Angelo Augusto | 23/10/2019 | 07:00

Nova lei para adoção de cães e gatos

Na sessão ordinária que aconteceu ontem (22) na Câmara de Jundiaí, foi aprovado, com 13 votos favoráveis, o projeto de lei que altera a lei para adoção de animais, para incluir a obrigatoriedade da microchipagem de cães e gatos postos a doação. O custo do microchip – por volta dos R$100,00 – ficará por conta do doador. Com a microchipagem, será possível identificar o dono do animal em casos de abandono.

Diminuir o número de abandonos

O vereador Cristiano Lopes (PSD) se posicionou a favor da nova lei para microchipagem de animais postos para doação. “Mesmo aumentando o custo para as ONGs, irá diminuir no número de abandonos e de animais andando pelas ruas”, disse. Outro defensor da causa animal, vereador Leandro Palmarini (PV), não se pronunciou.

Nova lei que prevê prisão perpétua

Foi também aprovada a Moção de autoria do vereador Antônio Carlos Albino em apoio à PEC do deputado federal Sabino Castelo Branco, que prevê a aplicação da pena de prisão perpétua para pessoas condenadas por crimes hediondos e de sequestro de qualquer natureza. Em sua fala, Albino citou casos em que policiais são mortos, e a jovem assassinada que pedia ajuda após ter um pneu do seu carro furado.

Prefeito participa do web connection

O prefeito Luiz Fernando Machado (PSDB) será um dos palestrantes da Conferência e Feira de Tecnologia WEB Connection 2019, em São Paulo, na sexta-feira (25). No local, serão apresentados modelos de negócios, com a presença dos maiores líderes do mercado tecnológico e cases de sucesso do Brasil. “Todas as ações de tecnologia do município são feitas para aprimorar os serviços prestados à população”, afirma Luiz.

STF condena Geddel Lima e seu irmão

A Segunda Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) condenou nesta terça-feira (22) o ex-ministro Geddel Vieira Lima e seu irmão, o ex-deputado Lúcio Vieira Lima, ambos do MDB da Bahia, pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa. A pena de Geddel foi fixada em 14 anos e 10 meses de prisão, mais multa de cerca de R$ 1,6 milhão. A pena de Lúcio ficou em 10 anos e 6 meses, mais multa de cerca de R$ 900 mil.

Assessores têm 20 perfis falsos

A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), ex-líder do governo no Congresso, afirmou nesta terça-feira (22) que assessores de Carlos, Eduardo e Flávio Bolsonaro — filhos do presidente da República —, criaram perfis falsos numa rede social. Joice diz ainda que “dentro do Palácio do Planalto”, “no gabinete do presidente”, há um grupo responsável por produzir materiais para mais de 20 perfis de contas falsas.


Link original: https://www.jj.com.br/politica/obrigatoriedade-de-microchip-em-animais-para-adocao-e-mais-no-pela-ordem/
Desenvolvido por CIJUN