Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Parlamentares deixam eleições de lado e focam na pandemia

Angelo Augusto Santi | 29/03/2020 | 05:00

A pandemia do coronavírus chegou ao Brasil e atingiu as mais diversas áreas: economia, saúde, comércio, prestação de serviços. E com a política não será diferente: marcadas para o início de outubro, as eleições municipais também serão prejudicadas, podendo sofrer adiamento ou até suspensão.

O próprio ministro da saúde, Luiz Henrique Mandetta, afirmou que o Congresso deveria adiá-las. “Faço aqui até uma sugestão. Está na hora de o Congresso falar: ‘adia’, faz um mandato desses vereadores e prefeitos. Eleição no meio do ano… por que vai todo mundo querer fazer ação política”, disse.

Em Jundiaí, parlamentares defendem que o momento é de se pensar exclusivamente no vírus e nas ações de contenção, deixando de lado assuntos como campanha, troca de partidos etc.

O presidente da Câmara de Jundiaí, Faouaz Taha (PSDB), afirma que todos os esforços devam ser repensados para o enfrentamento da crise, com urgência. “Isso envolve, inclusive, pilares que poderiam ser inabaláveis até aqui se estivéssemos seguindo o calendário de 2020 normalmente, como o cronograma de ano eleitoral. Não temos mais momento, hoje, para tais questões eleitorais”, relata.

O vereador Antonio Carlos Albin>o (PL) defende a utilização do Fundo Eleitoral para o combate à pandemia. “Não só acho que o fundo deva ser utilizado como enviei uma moção ao Governo Federal para que isso aconteça. Não tem sentido que essa verba seja usada para a campanha política sendo que a saúde pública está passando por uma crise. Não vejo necessidade em adiar a campanha: no meu ponto de vista, não são dois ou três meses de campanha que elegem uma pessoa, mas sim o trabalho de uma vida, sua história na política, no seu bairro e na sua própria casa”, comenta.

O vereador Cristiano Lopes (PSD) afirma que não há condições nenhuma em se falar em eleições no atual momento. “O ideal é prorrogar o prazo para as trocas de partido, que termina no começo do mês que vem e que nem se discuta política nos próximos dias. As energias devem ser gastas no combate ao coronavírus”, diz.

Éderson Felipe, presidente do PT-Jundiaí, afirma que as campanhas já foram prejudicadas, assim como a janela de transferência partidária. “Muitas das conversas com pré-candidatos que havíamos começado não foram concluídas, mesmo com a utilização da tecnologia. Mas o momento agora é para se pensar nas pessoas que passam por dificuldades.”

 


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/politica/parlamentares-deixam-eleicoes-de-lado-e-focam-na-pandemia/
Desenvolvido por CIJUN