Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Petrobras rompe contrato com empresa

| 17/06/2014 | 20:11

A Petrobras rescindiu contrato de R$ 443,8 milhões com a Ecoglobal Ambiental e a Ecoglobal Overseas, após a Polícia Federal levantar a suspeita de ligação com o ex-diretor da estatal Paulo Roberto Costa e o doleiro Alberto Youssef, ambos presos pela Polícia Federal. Em comunicado ao juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, a companhia dá por cancelado, desde a última quinta-feira, 12, o vínculo com as duas empresas.

No documento, a Petrobras justifica que a Ecoglobal feriu a “boa-fé objetiva” e seu código de ética ao faltar “com os deveres de clareza, transparência e colaboração no que tange à sua composição societária”. Além disso, alega que elas não terão meios de concluir o objeto do contrato, o que acarreta “transtornos operacionais” e, em consequência, “potenciais prejuízos financeiros”. O contrato foi firmado no ano passado, para serviços como tratamento e descarte de água oleosa. Conforme denúncia do Ministério Público Federal (MPF) à Justiça, meses após a assinatura as empresas passaram às mãos do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras e do doleiro, o que evidencia fraude. 


Link original: https://www.jj.com.br/politica/petrobras-rompe-contrato-com-empresa/
Desenvolvido por CIJUN