Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Prefeito de Niterói é preso em operação da Lava Jato no Rio

FOLHAPRESS | 10/12/2018 | 20:09

O prefeito de Niterói (RJ), Rodrigo Neves (PDT), foi preso na manhã desta segunda-feira (10) no âmbito da Operação Alameda, desdobramento da Operação Lava Jato no Rio. As investigações apontam para desvios superiores a R$ 10 milhões dos cofres públicos para pagamentos ilegais.
Resultado da delação premiada do empresário Marcelo Traça, ex-diretor da Fetranspor (Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro), a ação foi deflagrada pela Polícia Civil e pelo MPRJ (Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro). As informações são da Agência Brasil.
A operação cumpriu, ao todo, quatro mandados de prisão e 19 de busca e apreensão “contra uma organização criminosa acusada de corrupção ativa e passiva, através do recebimento de propina paga por empresários do transporte público rodoviário para agentes públicos de Niterói”, segundo divulgou a Polícia Civil.
Também foi preso na operação Domício Mascarenhas de Andrade, ex-secretário municipal de Obras do município. Os quatro presos foram encaminhados para a Cidade da Polícia. Na chegada ao local, Neves disse desconhecer as acusações.
“Estou absolutamente perplexo. Trabalho desde os 18 anos de idade, 20 anos de vida pública. Não viajo para o exterior, tenho três filhos lindos, fecho minhas contas como qualquer cidadão de classe média, vivo em um imóvel simples, conhecido aqui em Niterói. Me estranha muito esse tipo de ocorrência”, disse o prefeito.
Os outros acusados ainda não se pronunciaram.
Segundo a Polícia Civil, os mandados de busca e apreensão foram cumpridos nas casas dos acusados, na Prefeitura de Niterói e nas sedes de consórcios e empresas de ônibus.

Divulgação

Divulgação


Link original: https://www.jj.com.br/politica/prefeito-de-niteroi-e-preso-em-operacao-da-lava-jato-no-rio/
Desenvolvido por CIJUN